• Guia de Investimento

7 ideias de empreendedorismo feminino para você se inspirar


ideias de empreendedorismo feminino
Foto Freepik

Um movimento que ganha cada vez mais força, o empreendedorismo feminino é o resultado de muita luta pela garantia de direitos trabalhistas para mulheres.


Sendo um caminho para a equidade, que celebra a diversidade e renova o mundo dos negócios de maneira única.


Entretanto, este movimento ainda está no começo, e existe um longo caminho a seguir. Isso porque as mulheres são minoria no mercado de trabalho, sobretudo em questão de empreendimento, ainda que sejam mais da metade da população do país.


Hoje em dia, uma estacao de trabalho com divisoria pode fazer a diferença na vida de uma pessoa, e as oportunidades precisam ficar cada vez mais igualitárias.


Por conta disso, o empreendedorismo feminino tem buscado cada vez mais aberturas e oportunidades para criar esse tipo de oportunidade dentro do mercado, criando assim uma sociedade mais justa.


O empreendedorismo para mulheres também é um meio de empoderar essas empreendedoras, estimulando a ascensão a cargos de liderança e a tomada de controle de empresas.


Dentro do espectro do empreendedorismo feminino, afinal, incluem-se não só as donas e sócias de empreendimentos, mas também as iniciativas de liderança feminina, buscando cargos de alta gestão para mulheres em grandes corporações.


Muitas mulheres têm aproveitado conceitos modernos, como o ambiente coworking para perder o medo e começar a investir.


Seja na hora de criar um novo negócio, ou em buscar um cargo melhor na empresa onde você trabalha, é importante ter em mente que este tipo de gesto denota coragem, e ter um grupo que apoia sua decisão é fundamental.


Uma ação maior de mulheres no setor negocial traz melhorias não só para o grupo feminino, mas para toda a sociedade, principalmente, em relação à economia para as empresas.


Por isso, o empreendedorismo feminino tem a essencial função de reduzir as diferenças tanto em oportunidades de crescimento quanto equiparação salarial e outras demandas importantes para gerar resultados mais satisfatórios.


As mulheres estão chegando com vontade no mercado profissional, sobretudo nas áreas de gestão e empreendedorismo.


Por isso, possuem diversas novas ideias que ajudam a renovar o mercado e são essenciais para melhorar a forma como os negócios estão sendo realizados.


Gerir uma equipe de entrega de documento não é um trabalho fácil, mas com as capacidades e ideias inovadoras muitas mulheres têm tomado esse tipo de posição.


As soft skills tão buscadas por inúmeras empresas podem ser encontradas em muitas gestoras, que por conta da vontade de crescimento e a novidade no setor acabam sendo muito mais relevantes.


Por isso, diversas mulheres têm optado por conteúdos criativos no conceito de empreendedorismo feminino, gerando um interesse grande tanto do mercado quanto do público.


Existem algumas áreas que são de conhecimento mais específico do público feminino, o que acaba gerando ótimas oportunidades para uma mulher que deseja instigar seu espírito empreendedor mas não conhece muito do mercado.


Ideias para empreender

Quando você decide colocar a mão na massa e iniciar um empreendimento, deve estar preparada para um trabalho árduo e duro, mas que eventualmente será muito bem recompensado.


Por isso, você deve pensar em formas de explorar todo o potencial de sua empresa antes de iniciar qualquer tentativa, uma vez que sem o planejamento adequado as chances de sucesso são pequenas.


Desde alimentos e produtos importados, como um vinho italiano branco, até áreas mais incomuns como a construção civil, todos os espaços estão prontos para receber empreendedoras.


Depois de fazer todas as pesquisas e planejamentos corretamente, você estará pronta para embarcar no mundo do empreendedorismo.


1. Artesanato

Se você possui habilidades manuais, o artesanato certamente será uma excelente escolha.

Muitas mulheres aprendem desde cedo esse tipo de arte, tanto para se divertir e passar o tempo quanto para vender produtos e garantir uma renda extra.


O setor de artesanato tem ganhado cada vez mais espaço no mercado, sobretudo com a popularização de feiras e bazares, aliados aos projetos de economia criativa das cidades.


Por conta disso, muitas pessoas estão adotando novas posturas com relação ao artesanato.


O artesanato também pode ser aplicado em conceitos alimentícios, com a produção de bolo de cenoura com chocolate caseiro, por exemplo.


Ações de empreendedorismo como o projeto de comprar do pequeno e médio empreendedora também ajudam a alavancar o trabalho de uma artesão, que consegue muitas vezes se manter com as vendas selecionadas ao longo de um determinado período.


2. Vendas online

A internet tem sido um importante avanço na vida como um todo, sobretudo por conta da valorização do conteúdo nas redes.


Hoje, a maioria das empresas está presente em pelo menos algumas redes sociais, e consegue produzir conteúdo de qualidade na rede.


Os avanços de tecnologia permitiram que outras formas de interação fossem utilizadas para entrar na internet.


É importante pensar, entretanto, que o comércio virtual ainda é muito pouco explorado, e estará sempre de portas abertas para a maioria das pessoas que querem vender.


Por isso, mulheres que desejam se aventurar no mundo do varejo podem iniciar com uma loja online.

Assim, você pode vender um espelho decorativo grande ou outros objetos de decoração por meio de seu site.


A criação de uma loja virtual é realmente simples, porque muitas vezes você pode usar ferramentas automatizadas para a criação de um espaço de varejo.


Portanto, você pode começar a explorar todo o potencial da internet, que cresce vertiginosamente uma vez que cada dia mais as pessoas estão começando a se acostumar com a ideia de comprar pela internet.


3. Salões de Beleza

Este é um meio muito tradicional no campo do empreendedorismo feminino. Em grande parte por conta do interesse desse tipo de público para a utilização de serviços estéticos.