• Guia de Investimento

A importância do marketing de conteúdo para o digital influencer



Hoje em dia a internet rompeu fronteiras e quase todo mundo já sabe o que é um digital influencer (influenciador digital), mesmo que não conheça esse termo. Até porque, essas pessoas também aparecem em televisões, revistas, jornais e afins.


O que nem todo mundo sabe é como é difícil crescer nesse meio, quais sãos as exigências que alguém que está no início precisa cumprir para “chegar lá”. Ou mesmo, para se manter no pedestal, caso já tenho conseguido um montante considerável de seguidores.


Um dos grandes segredos está, sem sombra de dúvida, na geração de conteúdos originais, relevantes e constantes. Essas três palavras são absolutamente indispensáveis, pois originalidade vai muito além de copiar e colar o conteúdo de outros canais.


Também assim, a relevância está na capacidade de compreender as dores do seu segmento, seja ele qual for, e então levar soluções que façam as pessoas terem interesse. Tudo isso de modo personalizado, que gere engajamento e “influencie” pessoas.


Por fim, a questão da constância, uma vez que não adianta de nada você acertar em cheio uma vez ou outra, publicando apenas “quando dá vontade”. Pelo contrário, é preciso profissionalizar esse esforço e até mesmo cumprir uma agenda editorial.


Pode ter certeza de que todo influencer digital passou por esses desafios, e o que o fez se tornar uma referência foi, justamente, além do poder de compreender as pessoas e se conectar com elas, a capacidade de resolver problemas e superar obstáculos.


Além disso, existe uma diferença considerável entre crescer de maneira impulsionada, por meio de anúncios e propagandas pagas. E crescer de modo orgânico, indo aos poucos, conforme a indicação de um e outro seguidor que goste do seu trabalho.


O mais interessante sobre o marketing de conteúdo é que ele é a alma do negócio, independentemente de qual maneira a pessoa vá utilizar. Afinal, mesmo que se invista rios de dinheiro em anúncio, isso não resolveria um problema sério de conteúdo.


Também assim, fazer marketing de conteúdo é algo que vai além de simplesmente compreender o próprio segmento e suas demandas mais patentes.


É preciso compreender, por exemplo, a revolução que a internet trouxe em termos de mudança de hábitos, como no caso das famosas Gerações Y e Z.


Portanto, se você quer entender como exatamente o marketing de conteúdo se tornou indispensável para os influenciadores, com dicas práticas de como mudar sua produção de patamar, é só seguir adiante na leitura.


Afinal, o que é ser um influencer digital?

Se tem algo que demonstra como a internet revolucionou não apenas o universo corporativo e o mundo das vendas, mas nossa rotina, são as redes sociais. Aliás, o foco delas nem é o marketing ou as vendas, embora sejam poderosas para isso.


Hoje, você pode ter uma conta como pessoa física ou jurídica, e explorar desde opiniões políticas e análises de conjuntura até os produtos mais práticos e nichados do mercado, como um crachá em PVC para eventos.


É justamente nesse meio que surgiram os influencers, uma profissão recente no mercado digital, e ainda mais recente no Brasil. De fato, algumas pessoas ainda nem sabem que um influenciador é um profissional.


Ao mesmo tempo, há quem pense que eles são apenas as maiores celebridades digitais, que angariam milhões de seguidores. Contudo, um influencer de cerca de cinco mil seguidores já pode se profissionalizar e monetizar seu trabalho.


Ser um influenciador, portanto, nada mais é do que conseguir engajar as pessoas. Trata-se de quem emite suas opiniões, expõe parte de sua rotina e consegue a simpatia ou interesse dos outros, o que aliás também pode incluir críticas severas.


Alguns influencers monetizam sua função indicando um produto eventualmente, como uma lente de contato colorida que tenha começado a utilizar e aprovado. Noutros casos, eles ganham dinheiro por meio do tráfego que geram, vendendo sua audiência.


Também existe a possibilidade de um influenciador crescer o seu nome para vender produtos próprios, como um coaching, um professor de cursos livres, uma nutricionista que além de atender em consultório aplique cursos, e daí em diante.


Portanto, com suas opiniões e seus hábitos, o influencer consegue impactar milhares ou milhões de pessoas por dia, fazendo mais ou menos o que somente a televisão e o rádio conseguiam fazer até uma ou duas décadas atrás.


Do que se trata o marketing de conteúdo?

Também conhecido como content marketing (termo original, em inglês), o marketing de conteúdo tem revolucionado a história da publicidade e da divulgação de marcas de um modo que chega a extrapolar o universo digital.


Hoje se uma marca quer promover suas soluções, seja de refrigerantes e tecnologia ou de serviço de moto entrega, em algum momento ela vai ter de parar de explorar apenas seus diferenciais e as vantagens do produto, para “se colocar no nível” do público.


Ou seja, ela vai ter que promover conteúdos originais que agreguem valor a pessoas que nem sequer são seus clientes ainda. Assim, antes a empresa fazia “prospecção ativa”, indo atrás dos seus clientes de maneira meramente comercial.


Hoje, porém, ela precisa fazer o que se convencionou chamar de “prospecção passiva”, gerando uma relação entre as partes. O modo mais conhecido de operacionalizar isso é por meio do inbound, que pode assumir os seguintes formatos:

  • Artigos de blogs;

  • Vídeos de vlogs;

  • E-books;

  • Infográficos;

  • Manuais e guias;

  • Webinários;

  • Lives e podcasts;

  • Entre outros.

O ponto é que, ao falar sobre marketing de conteúdo, a mesma situação vale para os influencers. Na verdade, muitos deles têm todo o aparato típico dessa modalidade, embora seus seguidores não percebam e os sigam apenas por identificação ou curiosidade.


Por exemplo, se o influenciador dá aula de fitdance para iniciantes, é fácil perceber uma propaganda em seus posts, como um banner com valores promocionais, certo?


Mas você sabia que uma live de tipo “tira dúvidas”, ou um bate-papo, é um tipo de marketing de conteúdo?


Isso funciona especialmente bem quando o influenciador chama alguém do seu segmento, ou de um nicho transversal. Caso a pessoa já tenha autoridade, é ainda melhor, pois os dois lados se reforçam e ambos ganham igualmente em termos de influência.


Por dentro do universo dos blogs e vlogs

Os blogs são um fenômeno relativamente antigo nas redes, que começou como parte integrante de sites institucionais para que estes pudessem detalhar suas soluções, depois ganhou força entre jornalistas e opinadores.


Na sequência veio a disseminação do uso desse formato por qualquer pessoa, inclusive os influencers. E, por fim, os vlogs, afinal, pode ser muito mais proveitoso assistir a um vídeo sobre pintura residencial do que ler algo a respeito, não é mesmo?


Como vimos, o crescimento orgânico é bastante diferente do crescimento patrocinado. E embora o marketing de conteúdo seja igualmente importante nos dois casos, ele é imprescindível quando se trata da modalidade orgânica.


Um erro muito comum, porém, é imaginar que seja preciso ficar esperando as pessoas fazerem essa espécie de “boca a boca” digital. Na verdade, os blogs e vlogs podem crescer e muito por meio da otimização de páginas.


Quando você pesquisa por algo como “cadeira confortável para escritório”, os buscadores ou plataforma devolvem um resultado que não é totalmente espontâneo, mas determinado por algoritmos e parâmetros que detectam a qualidade de um conteúdo.


Deste modo, se um influenciador quer crescer organicamente, além de investir em conteúdo, ele precisa otimizar suas páginas de acordo com essas exigências, o que vai ranquear seu material nas primeiras páginas de resultados, acelerando seu crescimento.


Acelerando o processo pelas redes sociais

Outro erro muito comum é pensar que só é possível gerar tráfego por meio dos buscadores, quando na verdade as redes sociais podem ter um papel de destaque nesse esforço.


Com a diferença de que aqui o assunto é um pouco mais abrangente, pois as redes podem ter um crescimento orgânico por meio de otimização de conteúdo, mas também de curtidas, compartilhamentos e até hashtags.


Assim, ao falar sobre impressora para gráfica rápida, algo que pode fazer toda diferença é marcar as hashtags da área de gráficas ou de tecnologia. A lógica é a mesma da otimização, pois no fundo se trata de um parâmetro de busca e distribuição.


Já as curtidas são uma grande tentação, pois hoje existem softwares que tentam manipular esses números. Contudo, é fundamental recordar que nenhum deles é bem-vindo pelas plataformas, de modo que isso pode até mesmo causar o bloqueio da sua conta.


Um modo orgânico e natural de conseguir um engajamento maior e um crescimento contínuo e sustentável, é por meio de interações. Assim, se você fala sobre iluminação para evento, responda todas as interações que vierem, e busque parceiros.


Como vimos, a interação de um influenciador vai além de dar atenção ao público ou gerar seus próprios conteúdos, incluindo parcerias com outros influenciadores ou com marcas do seu segmento.


Com isso, concluímos que o marketing de conteúdo é importante para os influencers que querem crescer organicamente, e mesmo para os que desejam aumentar ainda mais a sua autoridade.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.


0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
Quem vai e quem fica - Marca.png
amazon prime
Júlia Orige
Blogueira de viagem
Oi gente, eu sou a Júlia e o Quem vai e quem fica é o espaço onde eu organizo todos os meus conteúdos de viagem. Pra te guiar pelas suas próximas aventuras.
Aqui eu ofereço os meus erros e os meus acertos para que você possa viajar melhor e mais fácil
Me acompanhe diariamente no Instagram
Para falar sobre parcerias e publis mande um email para juliaorige@gmail.com
  • Instagram
  • TikTok
  • YouTube
  • Pinterest
pacote-sao-luis-lencois-maranhenses-segu

Dicas de viagem em destaque:

Reserve sua viagem aqui:

Organize a sua viagem:

Vídeos de viagem no YouTube:

kindle unlimited