Newsletter de promoções de viagem:

  • Júlia Orige

Chapada Diamantina: 8 coisas que você precisa saber antes de viajar


Morro dos Três Irmãos - Chapada Diamantina
Morro dos Três Irmãos - Chapada Diamantina

A Chapada Diamantina é um dos lugares mais lindos do Brasil, fica no interior da Bahia. É uma região de serras e de desaguamento de rios, com paisagens belíssimas e trilhas de tirar o fôlego - literalmente. A água que chega ali se transforma em cachoeiras enormes e piscinas naturais de cor vermelha. Em vários lugares da Chapada a água é vermelha, mas é super limpa e potável. Ela fica dessa cor por causa do ferro.


Quem vai para a Chapada Diamantina normalmente quer um turismo de aventura na natureza ou de descanso.


O passeio é incrível, mas tem algumas coisas que você precisa saber antes de ir pra Chapada Diamantina, pra chegar preparado.


8 coisas que você precisa saber antes de viajar para Chapada Diamantina

1. A Chapada Diamantina tem 24 cidades

Apesar de sempre pensarmos como uma coisa só, a Chapada é uma região que engloba 24 cidades. São todas pequeninas e espaçadas, para se locomover por lá você precisa de um carro.


Você pode alugar um carro em Salvador, se estiver indo de avião, ou ir de ônibus e contratar uma agência de passeios por lá. Os pontos turísticos são bem espalhados, fica quase impossível aproveitar a viagem de verdade sem a locomoção.


2. O sinal de celular não é lá essas coisas

Não conte com internet 100% do tempo, mesmo se você tiver um super plano de 3G. Muitos dos passeios são no meio do mato e não pega sinal de celular.


3. Você vai precisar contratar um guia

Alguns passeios da Chapada dá para fazer sozinho, sem guia, como o Parque da Muritiba e o Ribeirão do Meio. Mas a maioria deles precisa ter um guia, porque você literalmente corre risco de morte.


É que sem celular, no meio do mato, é muito fácil de tropeçar e se machucar e não ter como voltar. É por causa dos passeios guiados que essa viagem não sai barata, mesmo sendo no interior do Brasil. Provavelmente você vai gastar mais com passeios do que com o resto da viagem.


Para ter uma noção, dê uma olhada no meu orçamento de viagem pra Chapada Diamantina. Isso foi o que eu gastei, no caso.


4. Não tem caixa 24hrs na Chapada Diamantina

Nem vários bancos. Só tem Banco do Brasil e Bradesco. E pra melhorar a situação vários lugares não aceitam cartão, geralmente os restaurantes onde os passeios param, porque são bem distantes do centro urbano.


Então antes de chegar tire um dinheiro em papel para usar, principalmente em alimentação. Os passeios são geralmente de dia inteiro e param em restaurantes locais para almoço, todos os que eu fui custavam 30 reais o almoço.


Leia também:Onde se hospedar na Chapada Diamantina


5. Mosquitos turbinados feat. lojas fechadas

Você PRECISA de um bom repelente. Eu cheguei lá sem e acabei comprando um no hostel onde eu fiquei mesmo, porque descobri que as lojas e farmácias em Lençois fecham durante a maior parte do dia. De noite é que as coisas abrem.


É porque a maioria dos turistas vem dormir em Lençois, que é onde tem o maior número de hospedagens da Chapada Diamantina, e passa o dia fora, nas trilhas e cachoeiras.


Então quase não tem ninguém circulando pela cidade durante o dia, logo eles fecham as lojas e abrem de noite, quando os turistas voltam para jantar.


Mas eu diria que o melhor mesmo é levar um repelente de casa, um bom de verdade. Que aqueles OFF normais não vencem os mosquitos de certos lugares. Tem que ser um bem turbinado, eu indico esse aqui.


6. Você vai andar muito

É um destino de viagem com muitas trilhas e você vai querer fazer todas elas, porque os lugares são absurdamente lindos. Então leve calçados confortáveis de verdade, tênis esportivo e de preferência ao menos dois pares.


Como algumas trilhas são em regiões pantanosas e em cachoeiras é provável que você molhe os calçados. Então é legal ter uma outra opção.


7. Muita água, muitos banhos de cachoeira

Todos os passeios tem algum ponto de cachoeira, leve roupa de banho para conseguir aproveitar tudo! Recomendo levar várias até, pra fazer fotinhos diferentes.


8. É uma viagem cansativa

Fisicamente, é um passeio puxado. Então eu recomendo ficar mais dias para poder alternar entre dias mais tranquilos e dias mais pesados.


Você pode tirar um dia para as piscinas naturais do Serrano e ficar ali descansando, que é um local bem tranquilo para ir sozinho. Ou ir conhecer a Caverna Torrinha, que é a caverna mais completa do Brasil. Pra chegar lá tem que ir de carro, mas o ingresso pra caverna já inclui o guia que é da própria caverna.



A viagem pra Chapada Diamantina é incrível, uma descoberta da natureza de uma forma única. Se você gosta de trilhas, cachoeiras, cidades históricas e comida boa, com certeza vai amar a Chapada.

O blog é parceiro da Diamantina Trip, agência de passeios na Chapada Diamantina, entre aqui para ver as opções de passeios. Dizendo que foi indicação da Júlia Orige você ganha desconto em todos os seus passeios!


E se você gosta de dicas de viagem, me acompanhe lá no Instagram. Eu sempre estou compartilhando minhas viagens em tempo real pelos stories e postando as melhores dicas.

Posts Relacionados

Ver tudo
Quem vai e quem fica - Marca.png

Toda sexta na sua caixa de entrada as promoções que valem a pena de verdade, sem metade do dobro. 

Até sexta!

Júlia Orige
Blogueira de viagem
Oi gente, eu sou a Júlia e o Quem vai e quem fica é o espaço onde eu organizo todos os meus conteúdos de viagem. Pra te guiar pelas suas próximas aventuras.
Aqui eu ofereço os meus erros e os meus acertos para que você possa viajar melhor e mais fácil
Me acompanhe diariamente no Instagram
Para falar sobre parcerias e publis mande um email para juliaorige@gmail.com