top of page
Quem vai e quem fica - Marca.png

Quer receber promoções de viagem?

Entre no meu canal de transmissão no Instagram! Sempre que eu acho algo que está valendo a pena de verdade eu mando o link por lá. São promoções de viagem selecionadas por uma curadoria humana. 

Guia do Vale Europeu: explore Santa Catarina

Atualizado: há 20 horas


vale europeu

O Vale Europeu em Santa Catarina é uma região colonizada por imigrantes europeus, principalmente da Itália e da Alemanha, que preservaram muito bem seus costumes. A região do Vale Europeu é composta por 13 cidades, a maioria pequenas, com muita cultura e história. Se você quer conhecer mais a fundo Santa Catarina, inclua o Vale Europeu no seu roteiro turístico.


Inclusive, é uma ótima ideia de viagem de inverno no Brasil. Apesar de poder ser visitado o ano inteiro, porque as atrações são de campo, cidade e história e não são muito afetadas pelo clima. Ao contrário de um destino de praia, como Florianópolis, por exemplo, que vale mais a pena ser visitado no verão.


Preparei esse Guia do Vale Europeu para quem quer aproveitar ao máximo os passeios, tem inclusive algumas dicas pra economizar.



Navegue pelo post: Guia do Vale Europeu

História e cultura do Vale Europeu

O Vale Europeu faz parte da história de imigração europeia no sul do Brasil no século 19, quando o governo brasileiro incentivava a vinda de imigrantes para preencher as terras e desenvolver a região. Primeiro chegaram os alemães, a partir de 1824, depois italianos, suíços e poloneses.


Os alemães se estabeleceram em áreas como Blumenau, fundada por Hermann Blumenau em 1850, e Pomerode, enquanto os italianos se fixaram em cidades como Nova Trento e Botuverá.


Esses imigrantes trouxeram suas tradições, arquitetura e cultura, que ainda hoje se veem nas festas, arquitetura e na culinária local. As cidades do Vale Europeu preservam até hoje essa herança cultural, que acabou se tornando um atrativo turístico.


É uma região que se fechou muito em si mesma, tem muita gente no interior que até fala alemão ou italiano. Ou com um forte sotaque.


Imigração alemã no Vale Europeu

Os primeiros alemães chegaram em 1824 e estabeleceram colônias agrícolas. A fundação de Blumenau em 1850 e Pomerode consolidou a presença germânica. Eles contribuíram com técnicas agrícolas, artesanato e tradições culturais que ainda são celebradas em festas como a Oktoberfest.


Imigração italiana no Vale Europeu

A imigração italiana começou a se intensificar a partir de 1875, com os imigrantes se estabelecendo principalmente em áreas de difícil acesso e dedicando-se à agricultura e vinicultura. Cidades como Nova Trento e Botuverá são exemplos da forte presença italiana, marcada por festas típicas e a produção de vinhos (inclusive, dá pra incluir uma vinícola no roteiro de viagem).


Suíços e Poloneses:

Além dos alemães e italianos, também houve imigração de suíços e poloneses, que contribuíram para a diversidade cultural da região. Cada grupo trouxe seus costumes e conhecimentos, enriquecendo o mosaico cultural do Vale Europeu.


Esse vídeo feito para promover o destino Vale Europeu ficou muito bonito:


Onde se hospedar no Vale Europeu?

A maior cidade da região do Vale Europeu é Blumenau, onde você vai encontrar a maior estrutura de hospedagem e alimentação. Eu acho uma boa estratégia ficar em Blumenau porque é mais fácil de ir e voltar das várias cidades e atrações turísticas da região, funciona como uma base pra todos os seus passeios e assim você consegue ver mais coisas.


Na minha viagem eu fiquei no Hotel Glória em Blumenau e adorei. Foi super confortável, limpinho e o café da manhã é divino. Quase um café colonial, é servido em um restaurante anexo que serve buffet tradicional e café colonial de fato durante a tarde.


Outras opções de bons hotéis em Blumenau de acordo com o seu perfil de viajante:


Quer mais tranquilidade? Dá uma olhada nessas opções:


Outra opção incrível na região é o Fazzenda Park Hotel em Gaspar, mas esse é um resort all inclusive, se for visitar separe uns dias pra ficar só lá dentro. Ele é maravilhoso, eu já estive lá na época da Páscoa e foi perfeito.



Como se locomover no Vale Europeu?

O roteiro turístico pelo Vale Europeu pode ser feito de carro, a pé ou de bicicleta. Não que seja perto uma coisa da outra, é que é um destino comum pra quem ama pedalar ou caminhar. São locais seguros, com vistas bonitas e um trajeto de caminhada ou de pedalada marcado.


Eu fiz essa viagem de carro - e não faria de outra forma. Para o viajante comum, que não é ciclista nem trilheiro acho que a melhor opção é ir de carro, caso você esteja vindo de avião considere alugar um carro no aeroporto.


Santa Catarina de forma geral exige um transporte próprio pra conseguir aproveitar bem os pontos turísticos. A não ser nas cidades maiores, como Balneário Camboriú e Florianópolis, eu recomendo sempre alugar um carro.


Saiba mais sobre o circuito caminhante e sobre o circuito ciclista.


Qual a melhor época para visitar o Vale Europeu?

A melhor época para passear pelo Vale Europeu depende do que você quer fazer por lá. Dá pra visitar o ano inteiro, mas sua experiência vai variar um pouco em cada época do ano.


Primavera (Setembro a Novembro): O clima é ameno, as flores estão desabrochando, e as paisagens ficam especialmente bonitas. É um ótimo período para atividades ao ar livre como trilhas e passeios de bicicleta.


Outono (Março a Maio): O outono também oferece clima agradável e temperaturas amenas. As vinícolas estão em plena atividade com a colheita das uvas, tornando-se uma excelente oportunidade para degustação de vinhos e visitas às vinícolas.


Verão (Dezembro a Fevereiro): Os dias são quentes e longos, ideais para explorar rios, cachoeiras e fazer atividades aquáticas. No entanto, pode haver chuvas ocasionais, principalmente final de tarde.


Inverno (Junho a Agosto): O inverno é mais frio, mas ainda assim agradável. Este período é ideal para aproveitar a gastronomia local, que inclui pratos típicos de inverno e cervejas artesanais. É uma boa opção de destino pra aproveitar o frio do inverno no Brasil.


Se for viajar para conhecer o inverno em Santa Catarina, aproveite e junte no seu roteiro a Serra Catarinense.


Outra coisa que você deve levar em conta na hora de marcar uma viagem para o Vale Europeu é a Oktoberfest em Blumenau e a Festa Pomerana em Pomerode. Caso você queira presenciar esses eventos precisa verificar os dias que estarão acontecendo. Mas de forma geral a Oktober é durante outubro quase inteiro e a Festa Pomerada é em janeiro.


Mapa do Vale Europeu

Para te ajudar a organizar o seu roteiro de viagem eu preparei um super mapa de viagem, com informações sobre a região. Para navegar por ele é só ir clicando nos ícones:


Cidades do Vale Europeu

O Vale Europeu em Santa Catarina é composto oficialmente por 13 cidades:


  1. Blumenau

  2. Pomerode

  3. Timbó

  4. Indaial

  5. Rodeio

  6. Ascurra

  7. Apiúna

  8. Benedito Novo

  9. Botuverá

  10. Rio dos Cedros

  11. Doutor Pedrinho

  12. Guabiruba

  13. Luiz Alves


Eu assinalei todas elas com uma estrelinha ali no mapa do Vale Europeu acima.


Principais pontos turísticos do Vale Europeu

Os pontos turísticos do Vale Europeu estão espalhados pelas cidades, então para conhecer tudo eu recomendo que você vá de carro e com um roteiro bem planejado. Dê uma olhada nas opções pra decidir o que vale a pela colocar no seu planejamento de viagem e use o mapa acima pra se organizar por proximidade! Ver as coisas no mapa sempre me ajuda nas viagens.


Pontos turísticos em Blumenau

Vila Germânica:

A Vila Germânica é o coração das festividades em Blumenau, é onde acontece a famosa Oktoberfest nos meses de outubro. Com uma arquitetura tipicamente alemã, o complexo oferece restaurantes, lojas de souvenirs e eventos durante todo o ano. Sempre um ótimo lugar para fazer um passeio.


o que fazer em blumenau

Museu da Cerveja:

Localizado às margens do rio Itajaí-Açu, o Museu da Cerveja em Blumenau conta a história da produção cervejeira na região, apresentando equipamentos antigos, documentos históricos e degustações para os apreciadores de cerveja.


Eles aceitam vouchers de 2 por 1 do Prime Gourmet (cupom de desconto JULIAORIGE), que é uma ótima estratégia pra economizar na região. Saiba mais sobre o Prime Gourmet em Blumenau aqui.




Catedral São Paulo Apóstolo:

A catedral, situada no centro de Blumenau, é conhecida por sua arquitetura moderna e imponente. Suas belas vitrais e ambiente sereno a tornam um local perfeito para momentos de reflexão e admiração arquitetônica.


Parque Ramiro Ruediger:

Este parque é um oásis urbano em Blumenau, oferecendo pistas de caminhada, áreas para piqueniques, playgrounds e um lago encantador. É um local ideal para lazer e atividades ao ar livre em família. E fica perto da Vila Germânica!



Pontos turísticos de Pomerode

vale europeu

Rota do Enxaimel:

A Rota do Enxaimel é uma estrada cênica que passa por dezenas de casas em estilo enxaimel, típicas da arquitetura alemã. É uma verdadeira viagem no tempo, onde os visitantes podem apreciar a construção e a paisagem rural. São 16 km, mas tenha em mente que a Rota do Enxaimel é um percurso rural, as casas são bem espalhadas.


Dentro da Rota do Enxaimel tem algumas atrações que valem a parada:

  • Casa Siewert

  • Casa Radunz

  • Fábrica de chocolate da Nugali

  • Rota da Truta (restaurante)

  • Adega Pomerode

  • Lunabela Suculentas

  • Trilha da Natureza


Saiba tudo sobre a Rota do Enxaimel.



Alles Park

O Alles Park é um parque que tem neve o ano inteiro, como a Snowland em Gramado. Mas o Alles Park tem uma área maior, com mais atrações além da Vila da Neve. Tem áreas com tobogã, uma vila bem germânica e até roda gigante. Veja como é o parque no vídeo:



Para comprar os ingressos, acesse o site oficial do Alles Park.


Zoo Pomerode:

Com uma vasta diversidade de animais, o Zoo Pomerode é um dos principais zoológicos de Santa Catarina. É um excelente passeio para famílias, com foco na educação ambiental e conservação da fauna.


Eles trabalham com animais resgatados pelo IBAMA e pela Polícia Ambiental, normalmente por terem sofrido algum acidente ou passado por alguma situação de maus tratos. São animais que não tem condições de viver sozinhos na natureza e o zoológico cuida deles.



Portal Turístico Sul:

Este portal é um símbolo de boas-vindas aos visitantes de Pomerode, exibindo a tradicional arquitetura alemã. É um ponto perfeito para fotos e marca a entrada da cidade mais alemã do Brasil.



Museu Pomerano:

O museu apresenta um acervo que ilustra a vida dos primeiros colonizadores alemães da região da Pomerânia, com objetos, documentos e fotos que contam a história e cultura de Pomerode.


Pontos turísticos de Timbó

Morro Azul:

O Morro Azul oferece uma vista panorâmica impressionante do Vale Europeu. É um destino popular para ver o nascer do sol.



Parque Henry Paul:

Um espaço verde para lazer e recreação em Timbó. O parque possui áreas para piqueniques, playgrounds, pista de skate e para caminhada.


Complexo Turístico Jardim do Imigrante:

Este complexo é um centro cultural e de eventos que celebra a herança dos imigrantes em Timbó, com jardins bem cuidados, espaços para exposições e eventos comunitários.



Pontos turísticos de Apiúna

Rafting no Rio Itajaí-Açu:

Apiúna é famosa por suas emocionantes atividades de rafting no Rio Itajaí-Açu, oferecendo uma experiência cheia de adrenalina para aventureiros de todas as idades.


Passeio de trem

Em Apiúna funciona o único passeio de trem do Vale Europeu, que acontece uma vez ao mês, sempre em um domingo. Nas férias escolares tem duas vezes ao mês. O passeio é lindíssimo e dura 45 minutos, saindo e voltando pro mesmo lugar.





Pontos turísticos de Benedito Novo

Cachoeira Salto do Zinco:

Esta cachoeira é uma das principais atrações naturais de Benedito Novo, oferecendo um cenário pitoresco e oportunidades para banho e piqueniques.




Pontos turísticos de Botuverá

Gruta de Botuverá:

A Gruta de Botuverá é a maior caverna do sul do Brasil, famosa por suas impressionantes formações de estalactites e estalagmites. É um verdadeiro espetáculo natural que atrai muitos visitantes. Fazem alguns anos que não pode filmar nem fotografar lá dentro, então não consegui trazer nenhuma foto aqui, mas se você jogar no Google acha.


Pontos turísticos de Rio dos Cedros

Rio dos Cedros é uma cidade muito de natureza, tem várias cabanas lindas pra ficar. Se você quer tirar uns dias pra descansar numa cabana esse é o lugar no Vale Europeu.


Represa do Pinhal:

A Represa do Pinhal é um local popular para esportes aquáticos, pesca e lazer. Suas águas calmas e paisagens que são perfeitas para um dia de relaxamento.





Pontos turísticos de Doutor Pedrinho

Cachoeira e Tirolesa da Paulista:



Gastronomia local: o que comer?

A gastronomia do Vale Europeu em Santa Catarina é o resultado saboroso de uma mistura de pratos introduzidos pelos imigrantes alemães, italianos, poloneses e outros europeus que se estabeleceram na região.


Os municípios dessa região apresentam uma grande variedade de comidas típicas - desde o marreco recheado e as salsichas feitas localmente de Blumenau e Pomerode até massas e vinhos italianos de Nova Trento.


Coisas que você não pode deixar de provar numa viagem pro Vale Europeu em Santa Catarina:


  • Cuca alemã

  • Linguiça Blumenau

  • Strudel

  • Queijos e embutidos regionais

  • Chucrute

  • Eisben - joelho de porco

  • Marreco recheado


Outras dicas de viagem que você pode gostar:
0 comentário

Comments


bottom of page