• Guia de Investimento

Mochilão: 10 benefícios para viajar sozinho



O mochilão é o sonho de muitos viajantes que querem aproveitar para descobrir novas experiências, seja conhecendo lugares ou pessoas, visto que é uma oportunidade para se entregar por completo a uma vivência alternativa.


Em um primeiro momento, pode parecer assustador. Afinal, pegar aquela sua mala antiga de viagem, colocar nas costas e sair por aí, com pouco planejamento, é realmente desafiador - ainda mais quando não conhecemos bem os destinos.


Mas o mochilão não é só isso. Ele é a oportunidade de você conhecer a si próprio e enfrentar desafios totalmente diferentes de uma viagem convencional.


Isso não quer dizer que você vai cair no mundo assim, sem nenhum plano ou organização prévia. Alguns mochileiros optam por contratar serviços de fretamento de vans muito antes de colocar o pé na estrada.


Fora a preparação das roupas, e escolha de medicamentos, como muitos fazem uso de remédio homeopático para ácido úrico, a busca pelas cidades de destino e a quantidade de dias que se pretende fazer o mochilão. No entanto, o melhor é que você pode aproveitar muito e fazer uma viagem que pode mudar a sua vida.


Quer conhecer quais são os benefícios de viajar sozinho com o seu mochilão? Então, acompanhe a leitura!


1 - Oportunidade de aproveitar melhor o tempo

Os mochileiros não precisam seguir uma rotina restrita. Diante disso, eles têm a oportunidade de ir para qualquer lugar, a qualquer momento do dia, sem se sentir prejudicado por imprevistos ou mudanças na agenda.


Inclusive, há mochileiros que ficam na hospedagem só para a hora de dormir ou para tomar banho. Por vezes, eles acabam usando o banheiro químico para não perder nenhum momento da viagem.


2 - Você não precisa de muita roupa

Uma das principais recomendações na hora de fazer mochilão é não exagerar na hora de arrumar a bagagem. Afinal de contas, você vai viajar apenas com uma mochila nas costas (daí o nome “mochilão”).


Na prática, você não precisa levar uma troca de roupa para cada dia da viagem. O ideal é ter peças para até uma semana, independentemente de quantos dias seja a sua viagem.


Tenha em mente quais roupas são mais práticas e servem para qualquer ocasião. Além do mais, recomenda-se levar peças mais leves, para que você não tenha que carregar muito peso na mochila.


Separe os itens que são essenciais. Por exemplo, talvez vale mais a pena comprar produtos de higiene pessoal atacado, do que levar muitos produtos. Afinal, assim você tem a oportunidade de lavar as suas peças e mantê-las higienizadas.


3 - Gastos muito menores

Os gastos com o mochilão são muito menores em comparação com uma viagem tradicional. Inclusive, muitas pessoas escolhem essa modalidade justamente porque o valor é mais acessível - principalmente, para os jovens.


Quem viaja de mochilão não costuma ficar em estabelecimentos de hospedagem muito caros, além de preferirem viagens mais baratas, como caronas, vans com motorista particular bilíngue, ônibus, entre outros.


Além disso, o mochileiro não foca em compras. A real intenção é ter uma experiência de liberdade e, por conta disso, o que menos conta é fazer uma viagem luxuosa.


4 - Oportunidade de conhecer culturas locais

Não existe uma maneira melhor de conhecer sobre a cultura de uma região do que fazer uma viagem de mochilão.


Isso porque os viajantes não precisam fazer aquele itinerário fechado dos turistas, mas têm a oportunidade de se hospedar em casas de moradores locais, comer em casas de família, entre outras vivências.


Tanto que os mochileiros podem fazer uma refeição coletiva em lugares que são comuns para os moradores, não para os turistas.


Ou seja, para quem quer realmente vivenciar o que é estar em uma cidade diferente, o mochilão é uma alternativa muito diferenciada.


5 - Você pode fazer novas amizades

Engana-se quem pensa que fazer um mochilão sozinho(a) é sinônimo de solidão. Ao contrário disso, é a oportunidade perfeita para conhecer novas pessoas e fazer amizades.


Isso porque muitos mochileiros decidem se hospedar em albergues e compartilhando quartos. Dessa forma, você pode se aproximar de outras pessoas que também estão fazendo mochilão e curtir uma nova amizade durante a viagem.


Fora que os mochileiros também podem virar amigos de moradores locais. Por exemplo, você pode conhecer nativos em diferentes estabelecimentos, como bares e restaurantes, sendo uma ótima maneira de ampliar a sua rede de conhecidos.


6 - Conhecer a verdadeira comida da região

Quem curte um turismo gastronômico irá ficar muito satisfeito com o mochilão. Muitos bares e restaurantes investem na impressão de cardápios para turistas, com refeições que são mais “tradicionais”, mas adaptadas ao paladar mundano.


Mas, quando você conhece os moradores locais, é possível conhecer realmente o que é a refeição da cidade.


Imagine, por exemplo, fazer um mochilão pelo Rio Grande do Sul, conhecer alguém por lá e ser convidado(a) para um verdadeiro churrasco gaúcho? Com certeza, essa é uma experiência completa de viagem!


7 - Maior independência e amadurecimento

Se tem uma coisa positiva nas viagens é o potencial de independência que elas trazem, o que vale para qualquer modalidade, tanto as mais tradicionais quanto no mochilão.


No entanto, quem é mochileiro sabe que é possível conquistar uma independência muito maior, em comparação com um turista comum.


Afinal de contas, os mochileiros vivem apenas com o essencial, sabendo distinguir o que é necessário e o que não é, além de desenvolver, com o tempo, maiores níveis de concentração e organização.


Você aprende a dar importância até para as coisas simples, além de se virar sozinho(a) em muitas situações. Por exemplo, se o seu porta celular acrílico quebrar, você com certeza vai achar uma alternativa.


8 - Ninguém pode contaminar sua alegria, só você

É provável que você já tenha tido uma experiência desagrável com algum amigo ou familiar durante uma viagem. Seja porque a pessoa não está confortável com um itinerário, ou está entediado(a), ou mesmo incomodado(a) com alguma situação.


Mas, no mochilão sozinho, a única pessoa que pode contaminar a sua alegria é só você.


Aqui, você tem a oportunidade de escolher o seu próprio itinerário, sem depender da opinião de terceiros. Ou seja, se você não quiser ir em algum lugar, não precisa!


O contrário também é verdadeiro: se você quer conhecer muito um determinado local, mesmo que ele não seja tão turístico assim, ninguém poderá te impedir.


Inclusive, você pode fazer outras coisas com mais liberdade, como:


  • Acordar a hora que você quiser;

  • Ir à festas, restaurantes e bares diferentes;

  • Não tem hora para voltar para o hotel/albergue;

  • Ninguém vai reclamar das bagunças no quarto.


Mesmo para quem vai compartilhar a unidade com outros mochileiros, como ninguém te conhece por lá, não vai ter riscos de reclamação ou cobrança.


9 - Você pode aprender novas línguas

O mochilão é conhecido principalmente pelas viagens internacionais - o que não quer dizer que ele não possa ser feito dentro do Brasil. Mas, para quem quer investir em destinos estrangeiros, é uma ótima oportunidade para aprender novas línguas.


Tanto que alguns mochileiros têm realmente essa intenção de fazer a viagem para dominar novas palavras, línguas e expressões nativas.


É como uma espécie de intercâmbio, porém, muito mais barato e livre, já que você não precisa cumprir nenhuma tarefa como intercambista.


Inclusive, dependendo do seu itinerário, é possível aprender mais de uma língua. É o que acontece, por exemplo, com um mochilão pela Europa, em que é possível passar por diversos países, cada um com um idioma diferente.


10 - Conhecer mais de um destino

Esse é, com certeza, um dos grandes benefícios de fazer um mochilão. Normalmente, em uma viagem tradicional, concentramos o nosso planejamento em apenas um destino, variando geralmente de cidade, mas dificilmente de estado ou país.


Mas, no mochilão, a situação é diferente. Você pode sim incluir mais de um destino no seu planejamento, para aproveitar o máximo dos seus dias de viagem.


É como dissemos acima: se você faz um mochilão na Europa, pode passar por vários países, como Itália, Alemanha, Portugal e muitos outros!


Conclusão

Fazer um mochilão é realmente desafiador. Com um roteiro mais livre, esse tipo de viagem é muito vantajoso para quem deseja vivenciar esse sentimento de independência, conhecer novas amizades e ter uma experiência diferenciada do turismo tradicional.


Ao longo deste artigo, você conseguiu visualizar alguns dos principais benefícios de fazer um mochilão sozinho(a).


Então, se estava com dúvidas de fazer esse tipo de viagem, por conta de medo ou receio, é o momento de colocar a sua mochila nas costas e o pé na estrada. Afinal de contas, temos a certeza de que você irá vivenciar algo único!


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.


0 comentário

Reserve sua viagem aqui:

Júlia Orige
Blogueira de viagem
Oi gente, eu sou a Júlia e o Quem vai e quem fica é o espaço onde eu organizo todos os meus conteúdos de viagem. Pra te guiar pelas suas próximas aventuras.
Aqui eu ofereço os meus erros e os meus acertos para que você possa viajar melhor e mais fácil
Me acompanhe diariamente no Instagram
Para falar sobre parcerias e publis mande um email para comercial@quemvaiequemfica.com
  • Instagram
  • TikTok
  • YouTube
  • Pinterest
Está se sentindo generoso e quer me mandar um pix? juliaorige@gmail.com

Dicas de viagem em destaque:

4.png

Organize a sua viagem:

Vídeos de viagem no YouTube:

kindle unlimited
amazon prime
pacote-sao-luis-lencois-maranhenses-segu