• Guia de Investimento

Viajar com animal de estimação: 6 dicas para uma viagem tranquila



Viajar com animal de estimação é comum para algumas pessoas que apreciam a companhia do seu pet. Também é uma necessidade para aqueles que não têm com quem deixar o animal.


Sendo assim, a única opção é levá-los consigo, mas é preciso se atentar a alguns fatores antes de simplesmente colocar o seu amigo no carro e rumar para o seu destino.


É importante garantir o conforto e a segurança dele também, e isso vai evitar que ele fique estressado ou que muitos transtornos aconteçam durante o trajeto.


Diversos tipos de animais são permitidos em uma viagem, mas o tutor precisa prestar atenção a alguns cuidados, que inclusive são previstos pelo Código de Trânsito Brasileiro.


Para auxiliar quem viaja com seus animais, existem objetos apropriados que permitem o transporte de maneira segura e confortável. E eles podem ser encontrados em boa parte dos pet shops.


Se você pretende viajar com o seu melhor amigo, leia este artigo até o final. Aqui, vamos dar algumas dicas para que a viagem seja tranquila para você e para ele. Então, antes de fazer as malas, anote todas elas.


O que é pet friendly?

É cada vez maior a quantidade de pessoas que querem aproveitar ao máximo a companhia de seus animais de estimação, em diferentes lugares, como:

  • Parques;

  • Bares;

  • Restaurantes;

  • Condomínios;

  • Hotéis;

  • Clubes.

Sendo assim, para qualquer lugar aonde vão, muitos donos de animais de estimação procuram por estabelecimentos que sejam pet friendly.


Só que nem todo lugar que permite a entrada de animais se encaixa na categoria, visto que alguns só admitem cães com vacina cachorro filhote, desde que o dono não deixe o animal no chão, entre outros.


Quando um estabelecimento é pet friendly, ele possui uma equipe de atendimento treinada e que tem alguns conhecimentos sobre raças e como lidar com os animais.


São locais que oferecem algum conforto a eles, como bebedouros com água fresca, saquinhos para recolher as fezes e lixeiras apropriadas para seu descarte.


São locais que permitem que os animais fiquem à vontade com seus tutores, de modo que eles sejam bem recebidos e bem tratados durante todo o período em que permanecerem.


Viajar com os animais se tornou uma prática comum, por isso, cada vez mais encontramos lugares, como restaurante pet friendly, em várias partes do mundo.


Os hotéis também são exemplos disso, mas nem todos eles se encaixam, de fato, a essa categoria.

Por exemplo, você pode até encontrar um hotel que aceita cachorro, mas ele não pode circular no chão pelas áreas comuns ou as pessoas se incomodam com seu barulho.


Estes são exemplos de lugares que aceitam o animal, mas que não são pet friendly.


Existe uma diferença entre tolerar a presença dos animais e recebê-los bem. Além disso, o estabelecimento precisa pensar nas necessidades deles, e também na comodidade de seus donos.


Os locais que recebem bem os pets disponibilizam espaços para que eles possam circular livremente, contam com equipe treinada para lidar com eles e toleram qualquer tipo de situação corriqueira que os envolve, como fazer xixi no lugar errado, latidos, entre outros.


Agora que você já sabe o que é pet friendly e que viajar com os animais de estimação é uma prática cada vez mais comum, no próximo tópico, vamos dar algumas dicas para fazer isso com segurança e conforto para você e seu amigo.


Dicas para viajar com animais de estimação

Existem alguns cuidados indispensáveis na hora de pegar a estrada com seu melhor amigo.

Estar atento a todos eles é garantir que ele tenha um trajeto mais tranquilo e confortável, sem estresse e até traumas. São eles:


1. Ver se o pet gosta de andar de carro

Pense se seu animal realmente gosta de andar de carro ou se esse momento é muito estressante para ele. Pode parecer que não, mas existem muitos animais que odeiam andar de carro.


Mesmo aqueles que são criados dentro de apartamentos com tela de proteção para janela podem sofrer dentro de um veículo, principalmente, em movimento.


Se seu gato ou cachorro nunca andou de carro antes, faça alguns passeios com ele antes da viagem para que possa se acostumar com o ambiente.


Se você já fez o teste e realmente o seu animal não gosta, talvez seja melhor pensar em deixá-lo com alguém ou em um hotelzinho.


2. Levar ao veterinário

Antes de qualquer viagem, é fundamental levar o seu pet a um veterinário para fazer um check-up.

Isso porque dependendo do tipo de viagem, ele pode recomendar alguns cuidados extras, como tratamento para pulgas, carrapatos e outras doenças.


Peça para o veterinário indicar alguns remédios para imprevistos, como enjôo ou qualquer sintoma de dor.


3. Colocar as vacinas em dia

Alguns cuidados, como a higiene do seu animal em um pet shop de cachorro banho e tosa, são essenciais para a saúde e bem-estar dele. Mas, as vacinas são indispensáveis.


É por meio delas que seu amigo estará protegido de diversas doenças que podem ser extremamente graves.


Inclusive, alguns países exigem essas vacinas para que o animal possa entrar em seu território.

Mesmo que seja uma viagem de carro, garantir a vacinação do pet é importante. Você não sabe, por exemplo, se na cidade de destino está tendo algum surto, que pode ser evitado com uma vacina. Essa ação pode salvar a vida do seu animal.


4. Escolher um transporte seguro

Existem diversos apetrechos para transportar os pets dentro do carro, como bolsas, caixas e cadeirinhas.

A bolsa e a cadeirinha são as mais confortáveis, visto que se assemelham a um bebê conforto e possuem cinto de segurança para garantir a tranquilidade e a integridade física do animal em casos de acidente.


A caixa de transporte é mais recomendada para gatos e é recomendada por veterinários de todo tipo de clínica veterinária 24 horas. Isso porque eles gostam desse tipo de ambiente e se sentem mais confortáveis.


Você pode encontrar esses transportes facilmente em lojas de pet shop e também pela internet. Em alguns Estados brasileiros, eles são uma exigência, então, fique atento, assim você garante a segurança do seu amigo e evita multas.


5. Fazer pausas na estrada

Durante uma viagem de carro, principalmente as mais longas, é normal precisar fazer uma pausa para comer, beber água e ir ao banheiro.


Seu animal tem a mesma necessidade e para ele pode ser ainda mais difícil não poder se movimentar durante muito tempo.


Faça uma pausa a cada duas horas pelo menos, para que você possa dar uma volta com o pet, sempre usando coleira com etiquetas adesivas personalizadas.


Escolha um lugar seguro, como restaurantes e lojas de souvenires na estrada, e aproveite para oferecer a ele um pouco de água, um petisco e deixe que ele faça suas necessidades.


6. Prover comida e água no trajeto

Deixe seu pet se alimentar antes de sair de casa, principalmente se o trajeto durar muitas horas ou o dia todo.


Deixe à mão um petisco para ele beliscar e use bebedouros portáteis para que ele não fique desidratado. Isso é especialmente importante em viagens durante o dia e em climas mais quentes.


Tendo os exames laboratoriais para gatos em ordem e esses pequenos cuidados, com certeza o bichinho vai ficar tranquilo o trajeto todo, e chegará bem ao destino.


Conclusão

Algumas vezes, a melhor companhia que podemos ter é a de nossos animais de estimação. Eles são companheiros e podemos confiar plenamente na sua fidelidade.


Levá-los para uma viagem de férias pode ser muito divertido e uma experiência gratificante, tanto para você quanto para o seu amigo.


É a melhor oportunidade de dividir momentos incríveis com eles, enquanto são jovens, dispostos e saudáveis.


Só que assim como você cuida do seu pet garantindo todo o cuidado que ele merece, como uma consulta com oftalmologista para cães, ao levá-lo durante uma viagem, o cuidado deve ser redobrado.


Assim como os seres humanos, eles sentem fome, frio, calor e sede, e a negligenciá-los durante o trajeto pode desencadear problemas sérios de saúde e psicológicos também.


Um animal traumatizado por alguma razão, como longas horas de estresse pode ser difícil de recuperar.

Além disso, seu comportamento dentro do veículo pode provocar acidentes graves.


Hoje em dia, você pode contar com uma série de aparatos que tornam esse momento mais seguro e agradável. Também existem muitas formas de viajar tranquilamente, com medidas simples e valiosas.


Agora que você já leu as nossas dicas, está pronto para pegar a estrada com o seu bichinho e dividir momentos que vão ficar para sempre na memória dos dois.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.


0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
Quem vai e quem fica - Marca.png
amazon prime
Júlia Orige
Blogueira de viagem
Oi gente, eu sou a Júlia e o Quem vai e quem fica é o espaço onde eu organizo todos os meus conteúdos de viagem. Pra te guiar pelas suas próximas aventuras.
Aqui eu ofereço os meus erros e os meus acertos para que você possa viajar melhor e mais fácil
Me acompanhe diariamente no Instagram
Para falar sobre parcerias e publis mande um email para juliaorige@gmail.com
  • Instagram
  • TikTok
  • YouTube
  • Pinterest
pacote-sao-luis-lencois-maranhenses-segu

Dicas de viagem em destaque:

Reserve sua viagem aqui:

Organize a sua viagem:

Vídeos de viagem no YouTube:

kindle unlimited