• Autor

Viajar na pandemia: saiba os cuidados que devem ser tomados



Com a flexibilização, está se tornando uma prática comum viajar na pandemia, mas é preciso ter cautela ao planejar uma viagem. A pandemia do novo coronavírus restringiu muitas atividades e exige que as pessoas sejam mais higiênicas e cuidadosas.


O ideal é ficar em casa e evitar aglomerações, mas existem situações que exigem que as pessoas se locomovam para locais distantes, dentro ou fora do país.


Se este é o seu caso, saiba que há maneiras de lidar com essa necessidade sem se expor demais ao vírus. A principal é o cuidado com a higiene, que há meses temos ouvido falar.


Além disso, existem outras práticas que podem evitar que você e as pessoas que te acompanharem durante a viagem se contaminem, disseminando ainda mais o vírus.


Em vista de uma pandemia com potenciais de contágio altíssimos, todos os cuidados são necessários. Se puder, escolha viajar em outro momento, como após a vacina, que já está por vir.


Caso seja inadiável, neste artigo, vamos dar algumas dicas para você conseguir viajar sem se contaminar e colocar em risco a sua saúde e a saúde de outras pessoas. Acompanhe!


Os desafios do novo normal

Chamamos de “novo normal” a realidade que estamos vivendo atualmente, dos quais muitos hábitos que tínhamos precisaram ser deixados de lado até que a rotina se estabilize novamente.

Além de abandonar velhos costumes, adotamos novas práticas que estão interferindo em diversas áreas de nossas vidas, tanto em casa como no trabalho. Algumas delas são:

  • Novos hábitos de higiene;

  • Uso de máscaras e álcool gel;

  • Prática de exercícios em casa;

  • Não permanecer em locais aglomerados.

Todas essas ações interferiram em nossas vidas de maneira intensa, pois se antes uma limpeza para evento em casa, apenas para a família, precisava de uma vassoura e um pano, agora o grande protagonista é o álcool 70%.


Ao chegarmos do supermercado, por exemplo, precisamos limpar todos os produtos comprados com álcool, pois a Covid-19 tem o poder de contaminar a superfície de objetos por muitas horas.


O modelo de trabalho home office cresceu consideravelmente nesse período.


Se antes ele era apenas uma tendência, agora já é uma realidade. O trabalho de casa evitou que muitas pessoas se contaminassem e levassem o vírus de casa para o trabalho, e vice-versa.


As máscaras se tornaram parte essencial do nosso dia a dia, seja para ir ao mercado ou a estabelecimentos específicos como os que fornecem buffet crepe suiço. Ou seja, independentemente de onde você for, a entrada só é permitida com o uso de máscara.


Também é necessário o uso de álcool gel para as mãos, pois elas estão vulneráveis e expostas o tempo todo. As mãos naturalmente são fontes de bactérias, germes e vírus, e somente o álcool pode eliminar grande parte dessas ameaças.


Lavar as mãos ao chegar em sua residência é indispensável, não importando se ficou somente poucos minutos fora para levar o lixo ou se esteve em um ônibus circular.


Outras atividades também passaram a ser feitas em casa, como os exercícios físicos. Isso porque o principal objetivo é evitar aglomerações.


Depois de mais de 6 meses de isolamento social, algumas práticas começaram a voltar a um “novo normal”, ou seja, é possível pegar aquela mala antiga de viagem e fazer uma viagem importantes, como a trabalho ou para cuidar de algum parente.


No entanto, alguns cuidados precisam ser tomados, pois o vírus não desapareceu: o coronavírus continua circulando, e as taxas de contaminação e mortes não cessaram, principalmente no Brasil.

Por conta disso, muitos destinos internacionais ainda não permitem a entrada de brasileiros, o que tem aumentado a demanda por viagens nacionais.


É recomendado que se evite sair, mas caso você precise mesmo realizar uma viagem, é necessário se atentar a alguns cuidados importantes, que vamos detalhar no próximo tópico.


Cuidados ao viajar durante a pandemia

Os cuidados com a saúde são individuais, portanto, mesmo que você esteja indo para um lugar com baixos índices de contágio, a ameaça ainda é grande. Para isso, algumas dicas são:


1 - Cuidados com os itens a serem levados

Com o novo normal, viajar não é apenas incluir na mala as roupas, sapatos e outros itens comuns, é preciso se atentar aos itens de higiene.


Se for realizar a viagem de avião ou fretamento para excursões, utilize máscaras descartáveis e procure realizar a troca em períodos de duas horas.


Tenha na bagagem de mão álcool gel e, se possível, não toque em objetos desnecessariamente.


Ao usar o banheiro do avião ou de locais de parada, tenha um sabonete líquido de uso pessoal na bolsa e passe o álcool nas mãos imediatamente após voltar ao seu assento.


2 - Cuidados com a higiene

Além de incluir na mala máscaras reserva, sabonete líquido e álcool gel, tenha cuidados de higiene específicos, como evitar tocar o rosto e ficar muito próximo de outras pessoas.


Ademais, faça a limpeza de cada item que vai colocar na mala, para que eles cheguem livres de contaminação ao local de destino.


Mesmo assim, se apresentar algum sintoma antes ou depois da viagem, consulte um médico ao domicílio e adie sua ida ou volta.


3 - Evite passeios

O ideal é que viagens a passeio sejam adiadas no momento, pois a circulação de pessoas dissemina ainda mais o vírus, principalmente em pontos turísticos.


Além do mais, tenha em mente que, ao fazer essa viagem a passeio em um momento mais tranquilo, como após a vacina, você e os seus acompanhantes terão a oportunidade de aproveitar muito mais.


Caso esse tipo de viagem não possa ser adiada, tenha cuidado ao fazer passeios, evite lugares lotados e não tire a máscara em nenhum momento.


Também evite colocar as mãos em objetos ou em lugares como corrimãos, além de evitar sentar-se em qualquer lugar.


Mesmo que um museu utilize etiquetas adesivas personalizadas avisando para não tocar nos objetos ou dar dicas de higiene nesse momento, as pessoas se esquecem e podem realizar o contrário.


O vírus que estava nas mãos de uma pessoa contaminada ficará naquela superfície por horas, e se outra pessoa tocar no mesmo local, corre o risco de ser contaminada.


Isso tudo também é válido em locais como bares e restaurantes, portanto, é aconselhável não frequentar locais do tipo nesse momento. Se for necessário ir, retire completamente a máscara apenas para comer e recoloque-a imediatamente após terminar as refeições.


Não permaneça no local para conversar, pois em algum momento você se sentirá incomodado e vai querer retirar a máscara. Você estará se expondo ao vírus e expondo outras pessoas também.


Ao sair do local, limpe as mãos com álcool em gel e lave-as imediatamente ao chegar ao hotel ou qualquer outro lugar em que estiver hospedado.


4 - Limpar a bagagem

Ao chegar ao hotel, utilize um pano seco com álcool 70% para limpar sua bagagem e até o folder turístico que recebeu no hotel ou da agência de viagens.


Isso é essencial, afinal, a sua mala passou por muitos lugares, principalmente se a viagem foi de avião. O risco de contaminação por meio dela é muito alto. Dessa forma, ao chegar ao hotel, lave as mãos e passe o álcool gel.


Limpe todo o lado externo da mala, incluindo alças e rodinhas, e deixe-a descansando em um local isolado. Após 24 horas, você poderá usá-la normalmente.


5 - Cuidados com roupas e sapatos

Todas as vezes que precisar sair para algum lugar ou para uma reunião, como no caso das viagens a trabalho, remova toda a roupa assim que chegar e reserve-a em sacos plásticos para serem lavadas em casa.


Os sapatos precisam ficar, pelo menos, 24 horas isolados e em local ventilado. Dessa forma, é importante levar, no mínimo, dois pares.


Utilize produtos de higiene pessoal atacado para preservar tudo higienizado e longe de ameaças, proporcionando uma viagem mais tranquila para você e quem está te acompanhando.


6 - Isole-se ao voltar para casa

Um fato muito importante e que merece destaque durante as viagens em época de pandemia é o isolamento após chegar em casa.


A OMS recomenda que as pessoas permaneçam, pelo menos, 14 dias em casa após fazer uma viagem. Este é tempo para que algum sintoma apareça. Além disso, caso você seja assintomático, não colocará outras pessoas em risco.


Este é um dos grandes problemas do Covid-19, pois ele não apresenta sintomas em muitas pessoas, que acreditam não estar contaminadas e seguem a vida normalmente, espalhando a doença para outras que podem ter a vida em risco.


Conclusão

Ficar em casa sempre será a melhor opção enquanto estamos passando por esse período, mas sabemos que algumas viagens são inevitáveis.


De qualquer forma, ser cuidadoso, higiênico e respeitar as regras de convívio do momento, são as melhores maneiras de fazer uma viagem tranquila, que não seja injusta e prejudicial para a saúde de ninguém.


Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.


Navegue pelo Quem vai e quem fica:
Páginas principais:
  • Instagram
  • YouTube
  • Pinterest
Assine a nossa newsletter