Newsletter de promoções de viagem:

  • Júlia Orige

Castelo de Praga: dicas para visitar o maior castelo do mundo (+ preços)


castelo de praga como visitar preços

O Castelo de Praga foi considerado o maior castelo do mundo pelo Guinness Book, com seus 70 mil m² de área. Como alguns dos castelos medievais, é considerado "castelo" tudo que está dentro da muralha. Ou seja, é uma cidade murada, com 26 palácios, uma enorme catedral, convento, calabouços, casas, pátios e ruas.


Ele começou a ser construído no século 9 e se confunde com a história de fundação da cidade.


Nesse post eu vou te contar um pouco sobre a história do Castelo de Praga e te mostrar como visitar esse ponto turístico imperdível de Praga.


História do Castelo de Praga

Todos os reis da Boêmia foram coroados no Castelo de Praga e hoje o presidente da República Tcheca tem seu escritório ali.


O Castelo de Praga começou em 850 como uma simples residência da família Premyslid, que fundou o Reino da Boêmia, antiga República Tcheca. Foram os Premyslid a primeira dinastia real a governar a região e permaneceram durante séculos no poder.


Antes do ano 1000 o castelo já era reconhecido como um centro político, fazendo com que se formasse uma cidade nos seus arredores. Ele fica numa posição estratégica para se tornar uma fortaleza, no alto e ao lado do rio Moldava (ou Vtlava). Praga já era uma das cidades mais influentes da Europa e o seu castelo ganhou muralhas, uma igreja e torres que guarneciam o local.


A construção mais impressionante do Castelo de Praga é provavelmente a Catedral de S. Vito. Que foi construída em 1344. A Catedral de S. Vito é a torre em estilo gótico medieval que vemos quando olhamos para o Castelo de Praga de longe, é o que chama mais atenção em princípio e que destoa dos demais edifícios do castelo.


Ela foi mandada construir pelo Rei Charles (ou Carlos) IV, que também foi responsável pela ponte Charles, a mais famosa e linda de Praga.


O Castelo foi crescendo e se estabelecendo até o século 15, quando sofreu com os ataques nas Guerras Hussidas e ficou décadas desocupado. Mas logo depois no reinado de Vladislav Jagellonský ou Vladislau II da Hungria, o Castelo de Praga voltou a ser habitado e renovado.


A região foi parte do império Austro-húngaro no século 18 e o castelo ganhou algumas reformas comandadas pela imperatriz Maria Theresa, que contratou um grande arquiteto de Vienna para redecorar tudo num estilo renascentista. Porém nessa época o Castelo de Praga não foi uma sede política, apenas mais um castelo do império.


Ele só volta a ser a sede do governo com a fundação da Tcheco Eslováquia, em 1918.


O que ver no Castelo de Praga? + Ingressos

O Castelo de Praga é gigante e tem várias atrações turísticas lá dentro, mas nem tudo o que está dentro do castelo é visitável. Alguns são prédios do governo e só podem ser vistos de fora.


Para entrar na área do Castelo de Praga e andar por lá não é pago, você pode circular livremente, só não pode acessar o interior dos prédios e a Golden Lane. Mas existem portões e é preciso passar pela segurança, que nem aeroporto onde suas bolsas passam por um raio-x. Por isso logo na entrada tem filas, mesmo que você não vá comprar o ingresso.


São várias filas: pra entrar na área do Castelo, pra comprar os ingressos (essa você pode evitar comprando o ingresso online) e pra entrar em cada atração.


castelo de praga ingresso
Troca da guarda no Castelo de Praga

Existem 3 circuitos para ingressos comprados na hora lá na bilheteria, o que eu escolhi pra mim foi o B:


Ingresso do Circuito A:

Custo: CZK 350.

Atrações: Catedral de São Vito, Antigo Palácio Real, a exposição permanente “A história do Castelo de Praga”, Basílica de St. George, Golden Lane com a Torre Daliborka, Torre da Pólvora e o Palácio de Rosenberg.


Ingresso do Circuito B (esse você consegue online aqui):

Custo: CZK 250.

Atrações: Catedral de São Vito, Antigo Palácio Real, Basílica de St. George, Golden Lane e a Torre Daliborka


Ingresso do Circuito C:

Custo: CZK 350.

Atrações: Exposição “O Tesouro da Catedral de St. Vito” e Galeria de Fotos do Castelo de Praga.


Você também pode comprar esse ingresso aqui com o Circuito B + Palácio Lobkowicz, que eu acredito que seja o melhor custo-benefício.


O Palácio Lobkowicz é esse aqui:

palacio lobkowicz
Foto: Raimond Spekking

Visita guiada:

O Castelo de Praga é um daqueles lugares que tem tanta história, tantos detalhes que vale muito a pena fazer uma visita guiada com um guia local. Mas pra fazer isso você precisa entender noutra língua. O tour do Get Your Guide tem em inglês, espanhol, italiano, francês ou alemão.


Saiba mais aqui


Vai viajar no verão?

Atenção, Praga tem uma zona turística pequena e LOTA durante o verão. A cidade atrai turistas do mundo todo e é bem mais barata do que as suas primas europeias. Então você vai encontrar muitas pessoas pela rua, filas e vários grupos de excursões.


Então se for para Praga no verão você precisa chegar cedo no Castelo. É a atração turística mais concorrida e divulgada de Praga. Chegue na hora de abertura, depois vira uma multidão. É sério, eu tive em Praga duas vezes durante o verão.


Suba a colina do Castelo de Praga antes do horário de abertura e esteja lá antes que comece a fila. Porque ela começa no instante que abre.


Dica low cost:

Se você está viajando de forma low cost, leve um lanche no seu passeio pro Castelo de Praga. Essa região é bem cheia de restaurantes que são pegadinhas de turista. Praga é expert em pegadinhas assim, o preço que está na vitrine nunca é o preço final que você vai pagar pelo seu almoço.


No castelo é especialmente difícil achar algo confiável e barato.