• Júlia Orige

Conheça a Ilha da Madeira



É subindo e descendo montanhas que se conhece a Ilha da Madeira, alternando entre seus microclimas e vilas. A ilha, que pertence a Portugal, é de formação vulcânica e, longe a geologia de ser divertida, aqui as rochas são belas. Formam costões que se impõem abruptos sobre o mar e também depressões que um dia serviram de refúgio - ou prisão. As praias são de areia preta, ou de pedras mesmo, de um passado recente que não deixou ainda que o mar as transformasse. As montanhas, hoje cortadas por túneis e mais túneis, separam quem ali vive. E durante muitos anos foram determinantes para criar os micro ambientes culturais. Na Madeira as vilas tem seu próprio sotaque, tão isoladas tiveram até pouco tempo.

Os túneis são recentes, mas a colonização não. A Ilha da Madeira foi descoberta antes do Brasil, e essa foi descoberta mesmo, sem habitantes. Dizem que os homens - e mulheres - da Madeira são muito fortes, para fazer a ilha dar frutos não é fácil. São solos irregulares e não muito favoráveis à agricultura. Ainda assim você pode encontrar as frutas mais curiosas, a maioria misturas de alguma coisa com maracujá. Maracujá-tomate, maracujá-banana... Também é tradicional da Madeira a Brisa Maracujá, mas esse é um refrigerante. Com as frutas, cuidado, elas podem custar uma fortuna. Você pode encontrá-las no Mercado dos Lavradores, no centro do Funchal, mas se eu fosse você, me limitava a prová-las.


Encontre as passagens mais baratas no meu site favorito aqui neste link

O Funchal é a cidade grande da Madeira, não tão grande assim, mas grande. Como se fosse um auditório natural, as casas sobem os morros e olham pro mar. O espetáculo de fogos de ano novo não deve ser de se deixar passar. Além da vista espetacular para o oceano, no centro do Funchal você pode encontrar as maiores lojas e, claro, restaurantes incríveis. No Funchal se misturam a cultura local e o espírito cosmopolita.



A Ilha da Madeira foi eleita o melhor destino insular do mundo pelo World Travel Awards 2017, com a beleza estonteante dos penhascos e da floresta Laurissilva, considerada patrimônio mundial pela Unesco. É fora do Funchal que estão as vistas mais impressionantes da ilha. Você pode subir até o Pico do Areeiro, acima das nuvens, passando por vários tipos de vegetação, ou até o Mirante da Eira do Serrado para ver o Curral das Freiras. É um vale que fica abaixo do nível do mar e em outros tempos serviu de refúgio para as freiras que se escondiam dos piratas invadindo a ilha. Um lugar não muito simpático à vida do dia a dia, mas que é maravilhoso visto de cima.

É na Madeira que está o cabo mais alto da Europa, e o 2° mais alto do mundo, o Cabo Girão. Ali você pode ver o mar debaixo dos seus pés (a mais de 500 metros) através de uma "varanda" de vidro. É de tirar o folego, da beleza e do medo irracional de cair lá de cima. Não que não aconteça de todo, de vez em quando tem alguém que se perde no meio das pedras por lá.

Na ilha toda areia é preta, a não ser das praias com areia importada do Marrocos. Sim, navios foram carregados de areia branca para a Madeira, alguns levavam também escorpiões - mas isso já é outra história. Acho particularmente a areia preta muito mais interessante, a não ser pelo fato de que alguém se deu ao trabalho de importar areia.

Esse pedaço estonteante de terra no meio do mar é um bom destino de viagem para família, lua-de-mel, férias na praia ou ecoturismo. Eu adorei conhecer a Ilha da Madeira, mas ainda pretendo voltar no verão, para poder aproveitar mais a natureza e as praias.

Se você for à Madeira não deixe de ver os top 10 lugares para visitar na ilha.

Veja abaixo as fotos da minha viagem à ilha:

Quer visitar a Madeira? Veja os hotéis que eu recomendo e as promoções:


#europa

Navegue pelo Quem vai e quem fica:
Receba dicas de viagem por email:
  • Instagram
  • YouTube
  • Pinterest
Páginas principais:
Atalhos: