• Júlia Orige

6 curiosidades sobre Lisboa



Lisboa é a capital de Portugal, e é a cidade que dá nome ao nosso blogue. Nesse sentido, considerámos de interesse maior fornecer algumas curiosidades sobre esta bela cidade!

I. Lisboa é a cidade das sete colinas

Reza a lenda popular que Lisboa, tal como Roma, fora fundada numa povoação rodeada de sete colinas. Frei Nicolau de Oliveira, um frade português nascido em Lisboa, publicou, em 1660 O Livro das Gazetas de Lisboa, onde se encontra a referência mais antiga relativa à paridade das sete colinas lisboetas com as sete colinas romanas.

Ao que consta, as colinas seriam o Castelo, a Graça, o Monte, a Penha de França, São Pedro de Alcântara, Santa Catarina e, por fim, Estrela. Contudo, as más línguas afirmam que, na realidade, seriam oito colinas, e não sete. Já que se aponta a urgência do frade em encontrar semelhanças entre Roma e Lisboa.

II. Os habitantes de Lisboa são apelidados de Alfacinhas

Não se sabe ao certo de onde surgiu esta designação para os habitantes de Lisboa. Contudo, dizem alguns autores que a explicação reside nas colinas de Lisboa, onde verdejavam as conhecidas alfaces.

Há quem também sustente que, num dos cercos que a cidade foi alvo, os habbitantes tenham restringido os seus alimentos de uma maneira tal, que somente lhes sobrara alfaces.

De uma maneira ou de outra, o nome é, hoje em dia, bastante utilizado para designar lisboetas.

III. Em lisboa, existem designações distintas para cada tipo de café

Não somente os lisboetas, mas os portugueses em geral, tomam uma necessidade de nomear cada tipo de café a seu gosto. Um café pedido em Lisboa não pode ser falado da mesma maneira que no Porto. Existe toda uma logística associada ao acto de pedir um cafezinho.

Para tal, bica, galão, meia-de-leite, café cheio, café curto, garoto, pingado, carioca, carioca de limão, descafeínado, café com cheirinho, duplo e, por fim, o abatanado! Esta curiosidade quase me inspira a escrever um post especialmente direccionado ao código do cafézinho que, em Lisboa, é uma bica!

IV. A estação de comboio do Rossio não fica no mesmo lugar que a estação de metro do Rossio

É verdade. Um dos maiores enigmas relativos à cidade de Lisboa é a ideia de que a estação de comboio do Rossio fica mais perto da estação de metro dos Restauradores, na linha azul, que da estação de metro doRossio, na linha verde. Portanto, já sabe, se desejar ir do metro ao comboio, não se esqueça que a estação dosRestauradores é consideravelmente mais perto do comboio do Rossio!

V. Existe uma passagem secreta para o Elevador de Santa Justa, em Lisboa

Quem vive em lisboa, conhece e reconhece as filas (que, em lisboa, se chamam bichas) intermináveis de turistas esperando para subir ao elevador de santa justa, para poderem observar a cidade lá do alto. Contudo, poucos sabem que, na realidade, em alguns dias, é possível subir-se ao elevador sem pagar, indo pelo atalho do largo do carmo.

Para aqueles que não são bons com direções, fica também a dica de que o passe social (aquele utilizado no metro e afins) pode ser utilizado como bilhete para subir ao elevador. Resta somente não temer as alturas, não é assim?

VI. A estátua de D Pedro IV é, na realidade, a estátua do Maximiliano do México

É pequena, mas é das mais famosas anedotas da história de Lisboa. Conta-se que a estátua de D. Pedro, IV de Portugal, I do Brasil, presente na praça no Rossio, não será a do rei luso-brasileiro, mas sim de Maximilliano, Imperador do méxico.

Apesar de existirem várias teorias relativamente ao motivo que levou à presença dessa estátua, a mais caracterizadora do espírito de desenrasca dos portugueses reside na ideia de que estaria em trânsito, no porto de Lisboa, uma estátua de Maximiliano, que entretanto morreu. Ficando sem destino, terá sido aproveitada, como solução barata e imediata, para a falta da estátua de D. Pedro no Rossio.

Não existindo provas do sucedido, fica como boato, passado de boca em boca pelo povo português.


Navegue pelo Quem vai e quem fica:
Páginas principais:
  • Instagram
  • YouTube
  • Pinterest
Assine a nossa newsletter