Newsletter de promoções de viagem:

  • Júlia Orige

Como é o Festival de Dança de Joinville? Dicas para quem quer conhecer


festival de dança de joinville
Noite de Abertura: Lago dos Cisnes por Balé Teatro Guaíra

Todos os anos no mês de julho acontece em Joinville o maior festival de dança do mundo. Sim, ele é realmente o maior. São mais de 550 grupos de dança, do Brasil inteiro e alguns internacionais. Na edição de 2022 o evento contou com bailarinos do Canadá e do México também.


Essa é a 39ª edição do Festival de Dança de Joinville, que acontece do dia 19 ao dia 30 de julho de 2022. As datas são variáveis todos os anos, é sempre bom conferir no site oficial do evento.


O festival acontece na cidade toda, com palcos abertos em diversos pontos, as noites de competição no palco principal, cursos de formação de bailarinos, coreógrafos e professores e a famosa Feira da Sapatilha.


Quem me conhece há mais tempo sabe que eu fiz ballet clássico desde muito nova (3 anos de idade) e dancei até os 15, quando tive uma lesão e fiz uma cirurgia no joelho. Eu amava muito dançar, ainda amo na verdade, e participava de um grupo de dança. Fomos alguns anos ao Festival de Dança de Joinville para fazer cursos e assistir à todas as noites.

Agora em 2022 fui apenas assistir à noite de abertura e passear pela Feira da Sapatilha, mas espero voltar eventualmente para uma viagem de festival mesmo, ficando as quase duas semanas de duração do evento.


Nesse post eu quero te explicar como funciona o Festival de Dança de Joinville e como você pode ir assistir às performances, fazer cursos e estar por dentro do mundo da dança. Separei também algumas dicas de hospedagem perto do evento, pra você não passar perrengue com Uber ou estacionamento.


Como funciona o Festival de Dança de Joinville?

Apresentações:

Durante todas as noites do Festival tem apresentações no palco principal, que é no Centro de Eventos Cau Hansen, ao lado da escola do Bolshoi. Ali acontece a noite de abertura, que não é competitiva e é no primeiro dia, em 2022 agora foi uma releitura de Lago do Cisnes em ballet contemporâneo, apresentada pelo Balé Teatro Guaíra, do Paraná.


Nas noites seguintes acontecem as competições no palco principal, cada noite tem uma programação específica e vários bailarinos daquela categoria se apresentam. Você pode assistir à uma noite apenas de solos femininos clássicos e pas de deux, por exemplo.


Cada noite é escolhido um vencedor de cada categoria de dança. E nos últimos dias do festival eles se apresentam novamente, com o mesmo número de dança, nas noites dos campeões (nos 2 últimos dias).


São 2 noites de espetáculo sem competição: a noite de abertura e a noite de gala, que é sempre no sábado após o começo do Festival. Elas são apresentadas por companhias de ballet já consolidadas, normalmente são repertórios, contam histórias.


Todas as outras noites são competitivas, a não ser as últimas 2 que são para os campeões se apresentarem novamente.


Além do palco principal existem palcos abertos espalhados pela cidade, eles são meio variáveis nos locais, mas normalmente tem um na Feira da Sapatilha (ao lado do Centro de Eventos Cau Hansen) e nos shoppings de Joinville.


Os palcos abertos são gratuitos, ao contrário do palco principal que é recomendado comprar o ingresso com antecedência. Além de serem pagos eles esgotam.


As apresentações são anunciadas através do site numa programação oficial, a agenda do Festival é sempre atualizada. Consulte aqui.


Um pouco antes de cada Festival é lançado um guia onde você consegue ver as localizações dos palcos abertos e horários das apresentações.


Atenção: o Festival de Dança de Joinville é de dança, não é só ballet clássico. Tem várias modalidades; contemporâneo, danças urbanas, danças populares nacionais e internacionais, jazz e sapateado. Se a sua intenção é ver ballet clássico preste atenção na programação (e não só no nome, pesquise antes porque pode sempre ser uma releitura de um clássico num outro estilo de dança).


Como comprar ingressos para o Festival de Dança de Joinville?

Nesse ano os ingressos estão sendo vendidos pela Ticket Center, mas é sempre bom conferir as instruções no site oficial do festival.


Cursos e workshops:

Os cursos e workshops oferecidos pelo Festival de Dança de Joinville variam todos os anos. Reúnem bailarinos e professores de todos os cantos do país, que buscam se aperfeiçoar nas suas técnicas.


A programação dos cursos é geralmente publicada em abril/maio. E costuma ser bem concorrida, principalmente para as turmas mais avançadas. Os cursos são pagos, estão por volta dos R$ 300. Eles duram apenas alguns dias, dá para se inscrever em mais de um e fazer em dias diferentes para durar o festival todo.


Os cursos que eu fiz foram de ballet clássico (há vários anos) e aconteceram nas dependências da Escola do Bolshoi. Não são todas as aulas que são no Bolshoi, verifique antes pra não errar. Mas é bem legal quando é.


Claro, saiba onde você está se metendo, são muitos bailarinos ou profissionais ou que querem ser profissionais num mesmo lugar. As aulas são bem puxadas e o ambiente pode ser levemente hostil.


Onde se inscrever?

Para se inscrever nos cursos e workshops você precisa entrar no site oficial do evento nas datas que forem anunciadas as inscrições. Elas variam todos os anos, é bom ficar de olho. Ali você vai fazer um cadastro com CPF e gerar um boleto com o curso ou cursos que você escolher.


O festival oferece alojamento por um preço bem em conta para os cursistas e bailarinos. Você pode pedir no mesmo local que fizer a inscrição do curso.


Leia também: Como visitar o campo de girassóis em Joinville?

festival de dança de joinville

Feira da Sapatilha

Paraíso consumista de todos os amantes da dança, a Feira da Sapatilha fica aberta durante todo o Festival de Dança de Joinville, ao lado do palco principal. Ali você vai encontrar produtos de dança que normalmente não se vê em lojas de lugar algum.


Não só tem produtos que só se encontra comprando na internet normalmente, mas as marcas costumam trazer descontos muito legais, outlets e promoções para o festival.


É uma ótima oportunidade para bailarinos renovarem seu estoque de roupas, sapatos e acessórios. E tem vários souvenires para quem só ama dança.


Leia também: Roteiro de 3 dias em Urubici na Serra Catarinense


Onde se hospedar para o Festival de Dança de Joinville?

A melhor opção para se hospedar em Joinville para quem vai no Festival de Dança é ficar perto da Escola do Bolshoi.


O Centro de Eventos Cau Hansen, onde fica o palco principal, é bem pertinho do centro de Joinville, onde tem vários hotéis, separei algumas recomendações.


Sugestões de hospedagem para cada perfil de viajante:

O Festival de Dança de Joinville é um evento incrível, para quem ama dança vale muito a pena ir ver pelo menos uma vez.