• Júlia Orige

Onde se hospedar em Florianópolis?



Florianópolis é a segunda maior ilha do país. Forrada de belezas de norte a sul, a Ilha da Magia possui cerca de 675km² para serem desbravados. Porém, o deslocamento entre os locais pode ser complicado.


Floripa não tem trem nem metrô — o principal meio de transporte na cidade é o carro. Depois, o ônibus. As linhas partem do Terminal de Integração do Centro e alcançam os bairros e outros terminais da cidade. Como o trânsito costuma ser bem congestionado, principalmente no verão, ficar hospedado na região que mais te desperta interesse pode facilitar sua vida. Cada canto da ilha tem suas características — e suas diferentes praias.


De maneira geral, o trânsito no norte da ilha é mais congestionado do que no sul. Além disso, o sul é uma região mais barata, então se hospedar por lá pode ser uma vantagem. Mas só vale a pena se você quiser uma viagem mais calma e tranquila.


Para escolher onde se hospedar em Florianópolis, é preciso levar em conta o seu perfil de viajante e o que você busca nos seus dias lá. Conheça neste Guia de Floripa um pouco sobre as principais regiões da cidade:



Regiões para se hospedar em Florianópolis


Jurerê

Vista para praia de Jurerê Internacional - Pousada dos Sonhos (foto: divulgação)

A região fica a noroeste da ilha e é o local favorito dos que gostam de muita festa. Jurerê é dividida em duas partes — a Tradicional e a Internacional. A primeira é um pouco mais tranquila, mais ideal para famílias. A segunda é nacionalmente conhecida como a Miami brasileira, e é lá onde toda a badalação acontece. Se você busca por luxo e quer estar perto do agito da cidade, lá é o local ideal.


Sugestão de onde se hospedar em Jurerê Internacional:

Pousada dos Sonhos

Hospedagem com conforto, vista para o mar, áreas de lazer e quartos de primeira classe. Se você quer incorporar o espírito de Jurerê, é na Pousada dos Sonhos que você deve se hospedar!


Veja mais sobre a pousada aqui



Ingleses


Praia dos Ingleses - Florianópolis

A Praia dos Ingleses é uma das mais bem estruturadas de Florianópolis. Ela está sempre movimentada e é muito frequentada por famílias e um público mais tranquilo, no geral. Se hospedar no Bairro dos Ingleses pode ser uma grande vantagem se é isso o que você busca.


O bairro é antigo e até protagonista de uma das lendas que justificam o apelido “Ilha da Magia”. Ele fica na região norte da ilha e conta com um centrinho com vários comércios e restaurantes, além da cobiçada praia — você estaria próximo a tudo o que precisaria.


Lagoa da Conceição

Lagoa da Conceição - Mirante

Numa região mais central da ilha, a Lagoa da Conceição tem uma energia jovem e descolada. A área tem um centrinho cheio de lojas com itens bem diferentes dos clichês dos souvenirs para turistas, vários restaurantes e uma feirinha.


Além, é claro, da Lagoa da Conceição em si — que é uma vista linda que merece ser admirada — a região é próxima ao Mirante do Morro da Lagoa, à Praia Mole e à Praia da Joaquina. O público que geralmente se hospeda por lá busca os hostels do local, que são ótimos para a imersão na experiência local.


Costa da Lagoa

Costa da Lagoa - Vista do barco

É possível acessar a Costa da Lagoa apenas através de barcos ou trilha — e é isso o que faz de lá um local tão único para se hospedar em Florianópolis. A Costa da Lagoa é muito buscada principalmente por suas opções gastronômicas, lá é possível combinar a vista deslumbrante com uma boa refeição.


Se você estiver buscando por paz de verdade em sua viagem, reservar um Airbnb na Costa da Lagoa é a sua melhor opção — lá você poderá aproveitar a tranquilidade da natureza sem incômodos. Mas a sugestão só é válida se você realmente estiver disposto a ficar isolado do mundo por uns dias!


Sugestão de Airbnb na Costa da Lagoa:

Na Costa da Lagoa não há hoteis, só casas para alugar por temporada. Dá uma olhada nesse espaço aqui, é muito fofo!


Se for sua primeira vez no Airbnb, não se esqueça de se cadastrar com esse link aqui para ganhar R$ 130,00 de desconto na sua primeira reserva!


Rio Vermelho

Parque Estadual do Rio Vermelho - Florianópolis

O bairro, que fica no nordeste da ilha, é uma opção para quem busca por mais tranquilidade. É em Rio Vermelho que fica a Praia do Moçambique, uma das maiores de Santa Catarina. Ela não tem comércios ou outras estruturas, então é perfeita para apenas apreciar a natureza.


A vantagem de se hospedar em Rio Vermelho é poder combinar a calma da região com a proximidade de outras áreas relevantes de Floripa. Geralmente, as opções mais tranquilas ficam no sul da ilha.


Centro

Mercado Público - Centro de Florianópolis

Se o seu foco é a vida noturna, o centro talvez seja a melhor opção de onde se hospedar em Florianópolis. Principalmente para LGBTs, porque as opções de bares e baladas para o público se concentram ali. O Ibis da cidade fica no centro — perto da 1007! Em compensação, se você quer estar próximo às praias, não é uma boa ideia.


Para quem pretende usar os ônibus como meio de transporte na viagem, se hospedar no centro pode ser boa ideia. As melhores linhas saem do terminal do centro, então a mobilidade se tornaria mais cômoda. Se você pretende ir a Floripa fora de temporada, é também uma boa opção.


Campeche

Praia do Campeche - Florianópolis

Entre as praias do sul da ilha, Campeche é a mais bem preparada para receber os turistas. A região é mais afastada e promete proporcionar muita tranquilidade e contato com a natureza. Campeche, apesar de ficar no sul, não é tão fora de mão quanto outras regiões mais distantes.


A vantagem de se hospedar lá é, além de aproveitar a atmosfera de calma e cultura local, não estar tão isolado de outras partes da ilha. O trânsito no sul de Floripa costuma ser menos congestionado, então para quem está de carro, focar os passeios na região pode poupar muito tempo.


A Ilha da Magia é enorme. Cada canto dela reserva diferentes características e diferentes vantagens. Já decidiu onde se hospedar em Florianópolis? Continue no Guia de Floripa e leia nosso post para descobrir 6 praias que você tem que conhecer!


Reserve seu hotel aqui:


Navegue pelo Quem vai e quem fica:
Receba dicas de viagem por email:
  • Instagram
  • YouTube
  • Pinterest
Páginas principais:
Atalhos: