top of page
Quem vai e quem fica - Marca.png
  • Foto do escritorJúlia Orige

Red Light District: como é visitar o bairro onde as prostitutas ficam em vitrines

Atualizado: 12 de mai.

red light district

No coração de Amsterdam fica o Red Light District, ou Bairro da Luz Vermelha, onde de dia nada se nota. Os turistas passam sem ver, ou à espera que algo aconteça. Mas nada acontece. Os canais parecem os mesmos do resto da cidade e as janelas permanecem fechadas.


Mas quando a luz natural vai embora as luzes vermelhas se acendem. Iluminando, uma por uma, as vitrines do Red Light District em Amsterdam. Aqui, como em qualquer outro bairro comercial, as vitrines ostentam o que vendem, atraindo e cativando clientes.


Só que nessas vitrines os produtos são pessoas, em sua grande enorme maioria mulheres. Elas se mexem, chamam e convidam. Ou só ficam sentadinhas nas suas banquetas mexendo nos seus celulares esperando.


O Red Light District é famoso no mundo inteiro por ser o bairro da prostituição e se tornou uma atração turística, pra além de seu propósito original. A maioria das pessoas que passa por ali tem o olhar curioso, não comprador. Mas com certeza o fluxo de clientes é grande.


Os Países Baixos tem uma legislação permissiva com a prostituição - assim como com as drogas leves - e isso permite que as prostitutas, legalizadas, toquem seus negócios de forma explícita, ordenada e provavelmente mais segura.


Apesar de eu ser uma pessoa que jamais pagaria por sexo, eu também sei que isso acontece no mundo de qualquer forma. Querendo a gente ou não. Então, dos males o menor. Talvez seja extremamente inteligente colocar um vidro entre a "mercadoria" e o possível cliente e/ou possível agressor.


Visitar o Red Light District é um programa turístico em Amsterdam, por mais estranho que isso possa parecer num primeiro momento. Mas se torna bem normal uma vez que você está andando por suas ruas.



O que ver no Red Light District?

Além das vitrines, o Red Light District tem suas atrações. Você pode visitar um Coffeeshop (de maconha), ver um show de sexo (sim), ir a um bar ou entrar no Red Light Secrets, o museu da prostituição, que eu recomendo muito.


Compre seu ingresso aqui:


Esse museu, o Red Light Secrets, é bem interessante. Ele é fica em um prédio que antes era de vitrines e conta um pouco da história da prostituição ali, mostra a perspectiva das meninas que ficam atrás dos vidros e tem uma sessão curiosa com objetos esquecidos por clientes.


Tem um vídeo que roda muito impactante, que é como se tivesse instalada uma câmera de dentro pra fora de uma vitrine e você fica ali, se sentindo a garota por trás do vidro. Com mulheres passando e fazendo cara feia, homens fazendo sinais obscenos ou ameaçando.


Eu achei muito interessante visitar, recomendo.


Atenção: é proibido tirar fotos das mulheres nas vitrines! Eu fiz aquela foto ali de cima porque é uma foto geral, sem mostrar ninguém. Assim pode, mas nunca diretamente das pessoas.


Onde fica o Red Light District?

O Red Light District fica bem na área central de Amsterdam, é super fácil combinar com qualquer outro passeio. Já que em Amsterdam boa parte se faz à pé mesmo.


Eu assinalei a rua principal do Red Light District nesse mapa de walking tour em Amsterdam, é a linha vermelha:




Colinha de viagem (pra ajudar você e o blog):







0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Kommentare


bottom of page