top of page
Quem vai e quem fica - Marca.png
  • Foto do escritorJúlia Orige

O que fazer no Chile? Roteiro completo de 7 dias com preços

Atualizado: 1 de ago. de 2022


o q fazer no chile roteiro

Passear pelas vinícolas, molhar os pés no Oceano Pacífico, passear pela Cordilheira dos Andes, ou se divertir nos bairros bohemios de Santiago? Nesse roteiro completo de 7 dias você descobre o que fazer no Chile e como aproveitar a sua viagem ao máximo.


Quer um pacote de viagem? Veja promoções para o Chile aqui

O que fazer no Chile? Roteiro completo de 7 dias de viagem

Santiago + Valparaíso e Viña del Mar + Cajon del Maipo

Nesse roteiro de viagem eu organizei as atrações turísticas ao longo de 7 dias, incluindo o dia de partida e do de chegada, porque eu acredito que roteiros muito atolados geram frustrações. No dia que a gente chega em algum lugar muitas vezes não dá pra fazer nada, por causa de horários de avião, check-in no hotel e até cansaço da viagem mesmo.


Então eu gosto de pensar nos roteiros de uma forma mais "humana", colocando um espaço pra se recuperar do esforço físico, porque viajar de avião ou de carro/ônibus muitas horas mexe com o nosso corpo.


O meu roteiro de 7 dias no Chile é pensado para uma primeira viagem ao país, para conhecer a rota mais procurada: Santiago + Valparaíso.


Os meus roteiros de viagem com preços são montados com base na minha experiência pessoal, todas as cidades que tem roteiros aqui eu fui e testei tudo presencialmente. Mas são todos feitos pós-viagem, ou seja não é uma réplica fiel do que eu fiz durante a minha viagem.


Com base na minha experiência eu organizo um roteiro melhor do que o que eu fiz, porque o que eu fiz foi montado sem a experiência real.


No final do post você vai encontrar um orçamento de viagem completo, mastigadinho pra você só ir viajar, sem se estressar.


Se você gostar desse formato de post, indica para um amigo que gosta de viajar, vai me ajudar muito!


Passagens aéreas baratas para o Chile

Aqui nesse texto eu ensino como encontrar passagens aéreas baratas para qualquer lugar, você pode procurar também promoções de passagens aéreas aqui nesse site.


Visto para o Chile

Brasileiros não precisam de visto nem passaporte para entrar no Chile, apenas sua carteira de identidade brasileira. Eu apresentei o RG na entrada do país e deu tudo certo, vale lembrar que não pode ser carteira de motorista.


Ainda no avião é distribuído um papel para os passageiros preencherem com alguns dados sobre sua estadia (lembre-se de levar uma caneta) e depois na saída do avião você vai passar pela imigração. O policial vai te fazer algumas perguntas, normalmente o objetivo da sua viagem, quantos dias vai ficar e depois você recebe um papel que é a autorização de entrada no país.


Guarde esse papel porque é necessário entregar na volta.


Para viagens internacionais eu recomendo que você tenha uma carteira de viagem, para guardar documentos, papéis desse gênero e uma reserva de cartão, dinheiro etc. Uma carteira que seja diferente da que você vai usar realmente para o dia a dia, é uma segurança à mais para o caso de perder alguma coisa ou ser furtado. Também é bom para não estragar os papéis, nesse caso.



Onde se hospedar em Santiago:

Veja opções de hospedagem em Santiago nesse mapa abaixo ou veja esse texto. Eu recomendo ficar a uma distância andável do centro histórico, para aproveitar melhor.


Seguro de viagem para o Chile

O seguro de viagem está ficando cada vez mais necessário e cômodo. Os preços já são muito baixos para se arriscar a viajar sem, principalmente agora com COVID-19.


Se você vai viajar para o Chile no inverno e pretende praticar Ski recomendo pegar um seguro de viagem especialmente para isso.


No Seguros Promo você encontra cotações bem baixas, à partir de 9 reais por dia o mais básico e à partir de 20 reais por dia com cobertura para COVID-19.


Com o meu cupom você ganha 5% extra de desconto, só usar QUEMVAIEQUEMFICA no checkout.




Roteiro de viagem para o Chile

Dia 1 | Chegada em Santiago + Sky Costanera + Jantar | Roteiro Chile

Para começar a sua viagem ao Chile, tire o primeiro dia para se ambientar em Santiago. Deixe suas coisas na hospedagem e saia para jantar no Costanera Center. Faça um esforço para chegar ao Costanera antes do pôr do sol, para ver do mirante Sky Costanera.


O Costanera Center e o Sky Costanera ficam na Gran Torre Santiago, o maior arranha céu da América Latina. Na parte de baixo é o shopping Costanera Center e em cima é um prédio comercial, com escritórios. No 61º andar está o Sky Costanera, que é o mirante.


Em dias com o céu limpo você consegue ver a Cordilheira dos Andes em contraste com a cidade. Santiago fica bem perto da cordilheira, quando não tem névoa dá para ver perfeitamente.


Veja os preços para o Sky Costanera e compre os ingressos antecipados:

Atenção: o Sky Costanera fecha às 20 horas.


Depois de conhecer o mirante Sky Costanera, desça para o Shopping para jantar. Ali você tem várias opções, desde os fast foods da praça de alimentação, um mercado para quem quer algo realmente barato e restaurantes mais chiques. No térreo fica um Hard Rock Café.


O shopping é bem grande, apesar de não ser todo o prédio. São 5 andares de lojas.


Se você gosta de fazer comprar, aproveite. No Chile os eletrônicos são relativamente mais baratos do que no Brasil, se você pretende comprar um computador ou celular pode valer a pena, dê uma pesquisada.


Como chegar do aeroporto de Santiago ao centro da cidade:

O aeroporto de Santiago fica a apenas 15 minutos de carro ou 28 minutos de ônibus do centro da cidade. Existe um ônibus que faz essa rota de 10 em 10 minutos em épocas normais, saindo do aeroporto mesmo.


Ele custa 1500 pesos (cerca de 11 reais) a ida ou volta, a empresa que faz é a Centropuerto.


Se você for alugar um carro pode pegar um na Rentalcars do aeroporto mesmo.



Dia 2 | Cerro San Cristobal + Bellavista + Drinks

Manhã + almoço | Parque de las esculturas e Costanera Center | Roteiro Chile

O segundo dia você pode começar por volta das 10 ou 11 da manhã, no Parque de las Esculturas. O parque é um museu a céu aberto, com várias obras de arte espalhadas ao longo do gramado.


Ele fica no bairro Providência que é o mais moderno de Santiago, onde está o Costanera Center e o Sky Costanera. Se você não foi ao Sky Costanera no primeiro dia, aproveite agora.


Depois você pode almoçar no shopping ou encontrar um restaurante nas redondezas. Para encontrar um lugar legal para comer, siga essa dica aqui.


Caso o seu orçamento também esteja baixo, eu achei os preços dos mercados bem ok e tem bastante street food. Tem um mercado bem bom dentro do Costanera Center.


Tarde | Cerro San Cristobal + Zoo ou Museu | Roteiro Chile

Depois do almoço vá explorar o Cerro San Cristobal, que oferece uma vista espetacular para a cidade. O cerro é um morro, que fica no Parque Metropolitano de Santiago, com um teleférico que leva até os mirantes.


O Cerro San Cristobal tem duas entradas/saídas. Uma no Bairro Bellavista e uma perto do Parque de las Esculturas, recomendo que você comece o passeio por essa segunda saída e termine no bairro Bellavista.


Assim você não precisa comprar o bilhete de funicular e teleférico de ida e volta. Compra a penas a ida de uma ponta à outra.


O parque metropolitano de Santiago, onde fica o Cerro San Cristobal, é bem grande, há piscinas para o verão, vários jardins e mirantes para apreciar a natureza e a vista. Há também um museu dentro. É possível fazer uma visita bem rápida ou passar um dia inteiro.


Para passear no teleférico e no funicular você deve comprar os bilhetes na bilheteria, na hora mesmo, veja os preços atualizados aqui.


Aqui nesse site você consegue ver o que está funcionando ou não no parque metropolitano de Santiago.


Recomendo que você compre o bilhete apenas de ida, com o funicular incluído. Assim você saí no bairro Bellavista, na base do cerro, onde tem o Zoológico Nacional.


Aqui você pode optar por visitar o Zoológico Nacional ou seguir para uma voltinha no Bairro Bellavista e ir no Museu Nacional de Belas Artes. Caso queira um café com estilo vá até o Patio Bellavista, é uma galeria com cafés e restaurantes renomados.


Noite | Bellavista | Roteiro Chile

Para terminar o dia, volte para o Bairro Bellavista e ache um bar que lhe agrade mais. A região é bem animada e tem barzinhos e baladas para todos os gostos. Também tem vários restaurantes legais pra você experimentar.


Aproveite para experimentar o Pisco Sour, bebida tradicional do Chile, que é beeem forte e bem gostosa.


Dia 3 | Centro histórico

No terceiro dia pode acordar mais tarde, nada de acumular ressaca para os outros dias da viagem. Nesse dia você vai explorar o centro histórico de Santiago, passando pelos pontos mais importantes da cidade.


O centro de Santiago tem muitas atrações, se você tiver mais dias é super possível encontrar mais coisas para fazer.


Manhã | Plaza de Armas + Catedral Metropolitana + Museu Histórico Nacional

Comece pela Plaza de Armas, a praça central de Santiago. Ela nasceu junto com a cidade em 1541, sendo construída no local onde antes existia um monumento para reverenciar o sol, um local especial para o povo Inca.


Santiago foi construída a partir da Plaza de Armas, tendo todo o seu perímetro urbano planejado em torno dela.


Hoje a praça é um local movimentado, com vários prédios históricos e museus ao redor. Dizem que nunca se encontra a mesma atmosfera duas vezes na Plaza de Armas de Santiago.


Atenção: Santiago é uma cidade grande com muitos turistas, é comum acontecerem furtos em áreas mais movimentadas. Olhe bem suas coisas.


Ao redor da Plaza de Armas você vai encontrar a Catedral Metropolitana de Santiago, construída no século 19 num estilo barroco neoclássico. Dentro da catedral há também um museu de arte sacra, mas ele só abre nas segundas-feiras.


Depois de conhecer a catedral, atravesse a praça e entre no Museu Histórico Nacional. Ele conta toda a história de formação do Chile, com direito à subida a um mirante na torre. A entrada no Museu Histórico Nacional do Chile custa 600 pesos.


Almoço | Mercado Central de Santiago

Eu sempre gosto de conhecer os mercados públicos das cidades, sempre é movimentado e mostra muito sobre como as pessoas se alimentam naquele lugar.


O Mercado Central de Santiago fica pertinho da Plaza de Armas, você pode ir dar uma volta nele ou escolher almoçar por ali também. É uma ótima oportunidade de experimentar as comidas típicas.


Tarde| Museu de Arte Pré-colombiana + La Moneda

Depois do almoço vá conhecer o Museu de Arte Pré-colombiana (ou precolombino). Esse é o museu de arqueologia mais importante do Chile, com múmias chilenas de mais de 3 mil anos de idade.


São várias salas dedicadas à vida no Chile antes de ser Chile, antes da invasão e colonização espanhola.


E entrada custa 3500 pesos.


Após o mergulho da pré-história do Chile, vá conhecer o Palácio La Moneda e o seu centro cultural.


o q fazer no chile
La Moneda

La Moneda tem esse nome porque foi construído para ser a casa da moeda do Chile, mas hoje é sede do poder executivo do país.


As visitas ao Palácio La Moneda são todas guiadas e gratuitas, porém é preciso agendar a sua visita online com antecedência. Em média 2 semanas de antecedência são o suficiente. Clique aqui para preencher o formulário de solicitação.


Embaixo do palácio fica o Centro Cultural La Moneda, que é uma organização privada sem fins lucrativos. As exposições são artísticas e temporárias. As entradas para as exposições são gratuitas de segunda à sexta até o meio dia.


Noite | Paseo Bandera

o q fazer no chile
Paseo Bandera

Para finalizar o seu dia no centro histórico de Santiago, aprecie o Paseo Bandera. É uma intervenção artística feita à céu aberto na Calle Bandera.


A rua é super colorida e bonita, fica bem movimentada mesmo à noite e nos arredores você encontra vários restaurantes para jantar.


O Paseo Bandera foi criado como uma obra temporária em 2014 para revitalizar uma área mal cuidada da cidade, mas se popularizou tanto que está até hoje.


Dia 4 | Valparaíso e Viña del Mar

o q fazer no chile
Mirante em Valparaíso

Valparaíso e Viña del Mar são cidades chilenas que ficam no Pacífico, do lado oposto à Santiago, que fica quase na Cordilheira. Como o Chile é um país bem fino, atravessar ele na horizontal é bastante fazível.


Esse é um dia de acordar cedo, para aproveitar o passeio às cidades litorâneas é preciso sair de Santiago por volta das 7 ou 8 horas.


o que fazer no chile
Valparaíso

Você pode fazer isso com um carro alugado ou com um passeio de excursão.


Valparaíso é uma cidade super charmosa, construída num morro, com uma vista linda do oceano Pacífico. As casinhas são bem coloridas e as ruelas dignas de um morro muito habitado. Não é uma cidade muito rica aparentemente, as casas são simples e não é tão turística quanto parece.


O mais comum é que os viajantes vão para um bate e volta, poucas pessoas pernoitam ali mesmo. Eu dormi um dia em Valparaíso, gostei da experiência mas não sei se é necessário. Numa viagem de 7 dias eu diria para seguir esse roteiro e incluir como bate e volta, caso você tenha mais tempo, aproveite a cidade melhor.


Tem muitos restaurantes super charmosos, cafés fofos e música de rua. O ambiente é incrível.


Viña del Mar é a cidade do lado, com praia e um pouco mais moderna. Nós fomos à praia, visitamos o relógio de flores e almoçamos na cidade.


Dia 5 | Vinícolas

Voltando à Santiago, no quinto dia de viagem vamos aos arredores da capital chilena para conhecer os famosos vinhos!


Existem várias opções de passeios para conhecer as vinícolas chilenas, você pode optar por um passeio de dia inteiro ou de meio dia e voltar para curtir Santiago.


Tem vinícolas mais famosas e as mais familiares, vai do que o seu coração mandar. Eu recomendo reservar um tour guiado no Get Your Guide, que já inclui o translado e algumas opções incluem o almoço também.


Os tours pelas vinícolas incluem sempre degustação de vinhos.


Dia 6 | Cajon del Maipo

Mais um dia pra acordar cedo!


Cajon del Maipo é uma região aos pés da Cordilheira dos Andes, à cerca de 100 km de Santiago. A paisagem é simplesmente surreal, é um ponto turístico imperdível.


Para visitar Cajon del Maipo você pode ir com um carro alugado ou com uma excursão.


O passeio dura o dia todo, normalmente as agências turísticas passam para pegar os viajantes bem cedo. Eu saí de Santiago por volta das 7hrs da manhã.


Aqui nesse post eu expliquei como é o passeio para Cajon del Maipo.

roteiro chile
Embalse al Yeso, lago em Cajon del Maipo

Dia 7 | Partida

No seu último dia de viagem para o Chile aproveite para encaixar alguma coisa que você tenha perdido ou para fazer compras no Costanera Center.


Quando eu vou fazer compras em algum lugar sempre gosto de deixar para o dia da partida para não carregar muito peso por aí ou ficar bagunçando o hotel.


Dica extra para Santiago, Chile:

Zomato

O Zomato é um dos meus apps preferidos para viagens. É um catálogo de restaurantes, com avaliações, fotos e o mais importante: fotos do cardápio completo, com preços. Ele é internacional, funciona em diversas cidades ao redor do mundo.



Vai viajar para fora do Brasil? Abra sua conta global na Nomad e ganhe US$ 10 com o código JULIAORIGE (saiba mais aqui)


O que levar para o Chile?

O clima no Chile é bem mais frio do que no Brasil, mesmo comparado com Santa Catarina ou Rio Grande do Sul (eu sou de SC). Recomendo que você vá preparado para isso.


Achei Santiago uma cidade quente, fui em março, era começo de outono. Ainda dava para andar de vestido na rua em Santiago. Mas em Valparaíso já estava bem mais frio e em Cajon del Maipo eu deveria ter levado um casaco de neve.


Você pode optar por comprar roupa lá, no Costanera Center tem lojas para todos os bolsos. Eu sou uma grande fã da H&M, por exemplo.


Mas se você quiser ir já preparado daqui, recomendo comprar uma blusa térmica para usar como base dos seus looks. Você pode optar por uma dessas da Lupo ou da Decathlon. As duas são muito boas, mas a da Lupo é bem fininha, boa para ir debaixo de outras roupas. A da Decathlon já é mais grossa e serve como um suéter mesmo.


Eles tem versões femininas e masculinas.



Dicas de viagem do Chile no mapa mundi:

Esses lugares que eu mencionei aqui no post do Roteiro de viagem para o Chile estão assinaladas no meu mapa mundi de dicas de viagem, com várias outras dicas. Navegue dando zoom na região que você vai visitar e veja se eu já passei por lá!


O mapa é atualizado sempre. Clique nos ícones para mais informações. Todos os restaurantes assinalados foram testados pessoalmente e aprovados, se eu não gostar nem incluo aqui.

Vai viajar para fora do Brasil? Abra sua conta global na Nomad e ganhe US$ 10 com o código JULIAORIGE (saiba mais aqui)


Quanto custa esse roteiro do Chile?

Pra tornar a sua viagem o mais fácil e gostosa possível eu calculei todos os gastos desse roteiro pra você. Aqui embaixo você vai encontrar um orçamento de viagem pro Chile completo, considerando 4 perfis de viajante.


Aqui no blog eu sempre separo os gastos em 4 perfis nos meus roteiros de viagem com preços, porque gastos de viagem são muito variáveis, depende do seu estilo de vida.


Para chegar nesses valores eu considerei tipos de hospedagem, alimentação, transporte e passeios diferentes. Eles são uma estimativa (bem fiel) do que você vai encontrar na sua viagem.


Todos os valores estão em pesos chilenos, a não ser o seguro de viagem. Como a cotação do peso chileno e do real muda toda hora eu acredito que fique melhor para você assim. Só colocar o valor na calculadora de cotação do Google que você já vai ver o valor em reais.


No Chile a parte que encarece mais a viagem é a alimentação em restaurantes, então para os mochileiros, que é o nosso perfil de gastos mais baixo, eu considerei uma mistura de lanches de mercado com fast food. O econômico é uma mistura de restaurante com fast food, o conforto já é uma mistura de restaurantes simples com mais chiques. E o luxo é só restaurante chique.


Para calcular os gastos de transporte eu considerei os hotéis que eu sugeri mais embaixo, que ficam no centro, assim você vai precisar usar pouco transporte público ou Uber.


Mesmo assim chutei por alto, considerando os trajetos para visitar as atrações desse roteiro + ida e volta do aeroporto.


Os ingressos são os valores de entrada de museus e de passeios (para Valparaíso e Viña del Mar, Cajon del Maipo e as Vinícolas). Eles variam conforme o tipo de passeio, do mais simples ao mais confortável (com refeições inclusas etc).


O seguro de viagem eu fiz a cotação no Seguros Promo, que é parceiro do Quem vai e quem fica. Todas as cotações incluídas aqui cobrem COVID-19, que está sendo uma exigência do governo chileno.


Esses valores foram pensados para que você aproveite esse roteiro do Chile, dá para gastar menos ou mais. É só você adaptar a partir dos valores aqui. Você pode ver o meu orçamento de viagem para o Chile aqui, eu gastei menos do que a tabela, porém não fiz o passeio das vinícolas nem fui aos museus.


Atenção: normalmente eu indico o Quanto Custa Viajar para você se basear para o orçamento, além dos meus orçamentos de viagem. Mas no caso de Santiago eu achei os valores bem errados.

orçamento de viagem chile

Esse orçamento não inclui passagens aéreas, encontre passagens para o Chile em promoção aqui


Sugestão de hospedagem em Santiago:

Veja mais dicas de viagem sobre o Chile:


Mais dicas de viagem úteis aqui no blog:

Vai viajar para fora do Brasil? Abra sua conta global na Nomad e ganhe US$ 10 com o código JULIAORIGE (saiba mais aqui)

0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page