top of page
Quem vai e quem fica - Marca.png

Quer receber promoções de viagem?

Entre no meu canal de transmissão no Instagram! Sempre que eu acho algo que está valendo a pena de verdade eu mando o link por lá. São promoções de viagem selecionadas por uma curadoria humana. 

O que fazer em Sucre, Bolívia? Roteiro completo de 2 dias (com preços)

Atualizado: 12 de mai.


o que fazer em sucre bolivia

Sucre é a capital constitucional da Bolívia, onde aconteceu a proclamação da independência, é uma cidadezinha charmosa, com cara de cidade colonial e é toda branca. Pelo menos o centro histórico. Todas as casas e prédios de Sucre são pintados de branco, fazendo-a ser chamada de La Ciudad Blanca, considerada Patrimônio Mundial pela UNESCO em 91.


Eu conheci Sucre na minha viagem para a Bolívia em fevereiro de 2023. Fui com o objetivo principal de ir até o Salar de Uyuni, que foi uma experiência incrível e tem um guia completo aqui no blog para quem quiser viver essa aventura também.


Como eu queria conhecer mais da Bolívia, optei por passar alguns a mais além do necessário para o passeio do Salar. E escolhi Sucre como a cidade que eu iria ficar, primeiro porque ela parece linda nas fotos - e é mesmo! - e depois porque a altitude é mais elevada, o que me daria uns dias para me acostumar com a altura antes de ir para o deserto de sal, que fica a quase 4 mil metros de altitude.

 

#DicasdeViagem: compre seu seguro de viagem com 10% de desconto usando o cupom QUEMVAIEQUEMFICA e pagando no Pix ou boleto

 

Eu amei demais Sucre, voltaria com certeza. A comida é uma delícia e a cidade, apesar de pequena, tem museus, mirantes e cafés super fofos. Acho que daria uma ótima viagem romântica, inclusive.


Aqui nesse post vou te dar algumas dicas de viagem e fazer um roteiro completo de Sucre para uma viagem de dois dias na cidade. Se você gostar desse post, tem vários outros roteiros de viagem aqui no Quem vai e quem fica, acesse aqui.



Navegue pelo post | Roteiro de viagem de Sucre

Essa foto foi tirada na Casa de La Liberdad


Onde ficar em Sucre?

Como as atrações turísticas ficam a maioria no centro histórico, eu recomendo se hospedar nessa área. Eu fiquei em um hostal muito fofo, que eu gostei bastante. Apesar de ter tido um probleminha com o chuveiro, não esquentava de jeito nenhum. Tomamos banho frio nos dias que passamos em Sucre e tava bem gelado. Pra ser bem justa, eu não reclamei com ninguém, nos enrolamos para falar com alguém e acabamos nem reclamando.


Depois de sair eu fui olhar no Booking e algumas avaliações avisavam que o chuveiro só funcionava no modo quente durante o dia e não durante a noite. Acredito que isso esteja certo, eu só tentei tomar banho durante a noite. E como é muito comum na Bolívia os banhos serem frios ou ter que pagar a mais por um banho quente eu acabei não indo atrás.


Mas o hotel é bem bonitinho, as camas são boas, bem localizado e com um café da manhã simples mas muito gostoso.


Eu fiquei no Hostal Recoleta Sur. Hostal é uma categoria de hospedagem que é como se fosse uma pousada ou pensão, você vai encontrá-los em países de língua espanhola e costumam ser bem mais baratos que hotéis e não são quartos compartilhados, como seriam em hostels. Os hostals são hotéis simples.


Tirando a parte do banho gelado eu gostei muito e o preço é bem em conta, cerca de 100 reais a noite para duas pessoas.


Aqui nesse mapa você encontra outras opções de hospedagem em Sucre:

Sugestões de hospedagem de acordo com o perfil de viajante:

Onde se hospedar em sucre
Pátio interno do Hostal Recoleta Sur

Como levar dinheiro para a Bolívia?

A moeda da Bolívia é o boliviano ou BOB, que é desvalorizada em relação ao Real, hoje (05/05/23) 1 real equivale à 1,40 BOB. A Bolívia é um país bem barato por causa disso, mas a viagem no geral sai cara se você incluir o Salar de Uyuni, por causa dos passeios.


Eu levei dinheiro para a Bolívia na conta da Nomad e saquei um pouco logo que cheguei. Foi bem tranquilo e me fez economizar tempo e dinheiro. A Nomad é uma conta global em dólar, com um cartão multimoedas que é aceito em mais de 180 países, inclusive na Bolívia. Ele converte para a moeda local na hora, sem taxa nenhuma. Eu gosto bastante, já usei também na minha viagem para o Uruguai e para a Argentina.


A conta fica sediada no Estados Unidos e é assegurada em até 250 mil dólares pelo FDIC. É só baixar o app Nomad e colocar meu código de convidado JULIAORIGE20 para ganhar até 20 dólares de cashback na primeira remessa em até 15 dias (cuida para não perder esse prazo de 15 dias!). Saiba como funciona a Nomad aqui.


Para sacar o dinheiro em Sucre e não pagar taxa, eu descobri um caixa eletrônico que não cobra nenhuma taxa. Essas taxas de saque dependem do caixa e não da Nomad, por isso muda de banco pra banco e de país pra país. Na Bolívia só teve um caixa eletrônico que não me cobrou nenhuma taxa. Vou deixar o endereço dele aqui.


Eu tive que sacar bastante dinheiro porque eu fui de Sucre para o Salar de Uyuni e por lá quase não tem maquininhas de cartão, é tudo feito no dinheiro vivo.


Quer saber quanto eu gastei na minha viagem completa pra Bolívia? Eu fiz um post só com o orçamento de viagem, leia aqui.


Outras opções para levar dinheiro para a Bolívia:

As opções mais econômicas são a Wise ou a Nomad.


bolivianos moeda
Moeda boliviana

Quanto tempo ficar em Sucre?

Sucre é uma cidade pequena e charmosa. Dois dias são o suficiente para conhecer a maior parte dos pontos turísticos. É uma cidade que eu super moraria um tempo fazendo home office, parece muito gostosa de morar e a comida é muito boa!


o que fazer em sucre bolivia
Casa de La Liberdad - Sucre, Bolívia

Como se locomover em Sucre?

A maior parte das atrações turísticas de Sucre ficam a uma distância super caminhável, se você se hospedar pelo centro da cidade. E as atrações que ficam um pouco mais longe tem um ônibus que faz esse trajeto, o número 4. Em Sucre não funcionam apps de corrida, apenas táxis, que são levemente esquisitos.


Eu peguei apenas um táxi, pra ir para a rodoviária de Sucre em um dia que estava chovendo. Se não estivesse chovendo teria ido à pé, porque não fica longe e eu não gosto muito de pegar corridas.


Os táxis em Sucre são a maioria carros bem antigos e eles tem uma família dentro, literalmente. Os motoristas costumam estar acompanhados da mulher e de um filho pequeno, os dois vão na frente no banco do carona. A esposa e o filho no colo, normalmente sem cinto.


Quando eu fui pegar o táxi achei muito estranho porque pra mim todos os táxis estavam ocupados, até que eu percebi que fazia parte mesmo. Não sei porque isso acontece, mas só pra avisar que é normal.


Pra pegar o táxi é o velho esquema de parar na rua e acenar.



Como chegar do aeroporto de Sucre até o centro da cidade?

O aeroporto de Sucre, Bolívia, fica bem longe do centro da cidade. São cerca de 30km, em uma área montanhosa bem rural. Para chegar do aeroporto até Sucre você vai precisar pegar um táxi ou um microônibus/van que faz esse trajeto.


Em Sucre não funciona Uber e nenhum outro app de corridas. Eu fiz esse trecho com a vanzinha, que sai de frente do Aeroporto de Sucre. Ela custa 10 BOB por pessoa, achei bem barato. O trajeto todo dura uns 40 minutos e passa por muitas áreas de campo/montanhas.


Para pegar o ônibus/van é só chegar no aeroporto e ir na área de táxis, ali tem uma placa onde para a van. Eles cobram em dinheiro na entrada.


Eu levei todo o meu dinheiro para essa viagem na conta da Nomad, como minha primeira entrada na Bolívia foi em Santa Cruz de La Sierra já saquei dinheiro com o cartão da Nomad no aeroporto mesmo, para ter trocado em mãos para essas coisas. Em Sucre a maioria das coisas aceita cartão, então não precisei muito de dinheiro vivo. Mas para a vanzinha é necessário.

 

#DicasdeViagem: compre seu seguro de viagem com 10% de desconto usando o cupom QUEMVAIEQUEMFICA e pagando no Pix ou boleto

 

O que fazer em Sucre, Bolívia?

Sucre é uma cidade colonial, perfeita para ficar perambulando pelas ruas do centro e observando as construções, praças e igrejas. Para te ajudar a descobrir o que fazer em Sucre, fiz um roteiro de 2 dias pela capital constitucional da Bolívia, esse roteiro supõe que você vai ter dois dias inteiros na cidade. Adapte conforme o seu tempo por lá!


Eu estive em Sucre em fevereiro de 2023 e amei a viagem, veja esse vídeo que eu gravei por lá:


Roteiro de 2 dias em Sucre, Bolívia

Dia 1: Plaza 25 de Mayo + Casa de La Libertad + Parque Simon Bolívar + Convento San Felipe Neri


Plaza 25 de Mayo

Vamos começar nosso roteiro de viagem de Sucre pela praça mais famosa da cidade a 25 de Mayo, uma praça super viva e muito bonita. Foi onde aconteceu o Grito Libertário da América, em 1809, o primeiro movimento popular de independência da Bolívia.


o que fazer em sucre bolivia

A praça é muito bonita e bem movimentada - tem uma quantidade desproporcional de pombos também. É ao redor da Plaza 25 de Mayo que ficam alguns dos pontos turísticos mais famosos de Sucre. A Catedral, com sua torre emblemática que aparece em quase toda paisagem da cidade. A Casa de La Libertad, onde Simon Bolívar escreveu a primeira Constituição da Bolívia. E andando um pouquinho, o Templo Felipe Neri, com seu terraço emblemático.


Casa de La Libertad

Foi o museu que eu mais gostei de visitar na Bolívia. Eles oferecem visitas guiadas em inglês e em espanhol a cada 1 hora. Eu gostei muito da visita guiada, acho que vale a pena. Paguei 15 bolivianos e foi uma visita de cerca de meia hora, com muita informação sobre a história da Bolívia.


Como é algo que a gente não tem muito contato na escola no Brasil, eu não sabia muita coisa. Foi ótimo ter o contexto histórico para poder apreciar o valor do museu.


O prédio é lindo demais, também, é considerado o primeiro monumento histórico da Bolívia. Todo branquinho e naquele estilo espanhol com pátios internos. Muitos dos prédios de Sucre são assim, uma arquitetura que lembra muito o sul da Espanha, de descendência árabe.


o que fazer em sucre bolivia
Almoço: Metro Café

Caso você queira uma dica de restaurante para almoçar, eu recomendo o Metro Café, que fica em uma esquina da Plaza 25 de Mayo. É um daqueles cafés completos, que servem qualquer refeição. Tem desde itens de cafeteria, sanduíches, até pratos principais (incluindo Sushi). Eu gostei muito dos sanduíches e das saladas. Mas também comi um Pique à lo macho que estava bem bom.


Parque Simon Bolívar

Uma área verde no meio da cidade, tem alguns monumentos e uma torre de observação, que é tipo a Torre Eiffel (em uma escala bem menor, claro). Tem uma fonte que nos domingos de noite oferece um show de águas dançantes.


Eu fui em um café bem legal em frente ao parque, se chama Time&Coffee, caso você queira experimentar. Tem vista para o parque e o ambiente é bem legal.


Convento San Felipe Neri

A grande atração desse convento é o seu terraço. O resto funciona como escola e não é visitável. Mas os telhados são surpreendentes e te dão uma vista incrível da cidade. Dizem que fica perfeito no fim de tarde com um pôr do sol, infelizmente no dia que eu fui estava nublado e chovendo, então não consegui ter essa experiência.


As entradas custam 17BOB por pessoa e inclui uma mini visita guiada, que fala um pouco da história do convento e do prédio. E depois você pode subir ao terraço. O que mais vale a pena é subir mesmo.


Tente ir em um dia com tempo aberto e sol.


Jantar: Azafran

Esse restaurante fica na frente da Plaza 25 de Mayo e eu achei uma delícia. Ele serve comidas típicas, de um jeito mais chiquezinho. Tudo que eu pedi estava uma delícia, comi um filé ao molho de 3 pimentas, que veio com uma tortilha de batata e uma saladinha bem gostosa. E uma batata frita com molho de amendoim e bacon.


Tomei uns drinks bem gostosos também! E o ambiente é ótimo, sentei em uma sacadinha com vista para a praça. Recomendo demais.


Dia 2: Castillo de la Glorieta + Mirante de la Recoleta + Feirinha + Café e Mirador San Miguel

Castillo de la Glorieta

Comece o seu segundo dia de viagem em Sucre indo até o Castillo de la Glorieta, que é o ponto turístico mais fora da cidade que você vai ver nesse roteiro. Ele fica a cerca de 6km do centro então para chegar lá ou você vai pegar o ônibus número 4 ou vai pegar um táxi.


É um palacete encomendado por uma família muito rica de Sucre no século 19. A entrada do castelo custa 20 BOB para estrangeiros.


Mirante de la Recoleta

Depois de visitar o castelo, volte para o centro da cidade e vá até o mirante da Recoleta. Ele fica em frente ao Monastério de la Recoleta e tem uma vista sensacional de Sucre. Só aviso que talvez a subida te deixe levemente sem fôlego, principalmente considerando a altitude de Sucre, que facilita a falta de ar.


Logo abaixo do mirante tem um café, com a mesma vista do mirante, que você pode achar que vale a pena parar! É uma outra unidade do café Time&Coffee, que tem também em frente ao parque Simon Bolívar.


o q fazer em sucre

Ao lado do Mirante de la Recoleta tem uma feirinha, com vários produtos típicos da Bolívia. Os preços aqui são mais em conta do que nas lojas mais embaixo. Só que aqui nada aceita cartão então vá com dinheiro vivo.


Agora você tem uma decisão importante a tomar: aonde você vai querer ver o pôr do sol? Porque o próximo ponto turístico a ser visitado nesse roteiro de o que fazer em Sucre também tem uma vista sensacional.


Então você pode optar por ver o pôr do sol aqui no mirante de la Recoleta ou seguir e esperar pelo pôr do sol no Café e mirante San Miguel.


De qualquer forma, passe por lá para um café/cerveja/vinho/bolo.


Café e Mirante San Miguel

Este lugar foi a melhor dica que eu recebi durante a minha viagem para Sucre na Bolívia. Quem indicou foi o moço que faz a visita guiada na Casa de la Libertad e foi uma ótima surpresa.


É um café que fica em uma antiga torre de igreja, com sinos e tudo. Ele fica pertinho da praça principal, virando a esquina na mesma quadra da Casa de la Libertad, é tudo muito pertinho. Eu assinalei ele (e todas as outras dicas desse post no mapa mundi de dicas de viagem).


o que fazer em sucre dicas
Vista do café San Miguel

Para subir na torre você precisa consumir ou pagar uma taxa. Eu preferi consumir e ficar por lá um tempinho. A torre tem vários andares mas só um tem vista, que é o último. E claro, o acesso é por escadas - muitos degraus. Mas vale super a pena.


Eles tem vários cafés bem gostosos, eu peguei um capuccino gelado que estava sensacional. Mas a comida comida de lá não é das melhores, pedi um macarrão ao pesto e o molho era bem sem graça, meio artificial.


Recomendo mais para cafés, bebidas e pela vista, que é incrível. E ele fica aberto até de noite, então vale ir para tomar uma cervejinha também.


Quanto custa essa viagem para Sucre na Bolívia?

Para te ajudar a planejar sua viagem para Sucre eu montei uma simulação de orçamento, esse orçamento de viagem é baseado na minha experiência viajando pela Bolívia em fevereiro de 2023 e em muita pesquisa. Leve sempre em consideração da data que esse post foi escrito. Mas com ele você consegue ter uma base de valores que vai gastar nessa viagem.


Todos os orçamentos aqui do blog são feitos pensando em 4 perfis de viajante, que fariam esse mesmíssimo roteiro, apenas variando na escolha de restaurantes e hotéis. Mas as atrações turísticas são as mesmas.


Eu considero:

  • Mochileiro: viaja o mais barato possível, está sempre buscando promoções e cupons, dorme em hostel, compra comida no mercado, fast food e restaurantes baratos, usa somente o transporte público se houver essa opção

  • Econômico: gosta de economizar mas não divide quarto, fica em hotéis simples, se alimenta de restaurantes baratos e fast food, mistura transporte público com Uber

  • Conforto: fica em hotéis confortáveis, geralmente 3 estrelas, divide a alimentação entre restaurantes baratos e restaurantes caros, só usa Uber ou aluga carro

  • Luxo: só fica em hotéis 4 ou 5 estrelas e come em restaurantes caros, usa Uber ou aluga carro

Aqui no caso de Sucre eu considerei para os dois primeiros perfis o uso de ônibus e para os dois segundos o uso de táxis.


Esse orçamento é pensado para os gastos na cidade, ele não inclui seguro de viagem ou passagens aéreas.


Para procurar passagens aéreas baratas para Sucre indico buscar no Skyscanner ou no 123milhas. E o seguro de viagem eu recomendo pegar no Seguros Promo, que é o mais barato e super confiável. Ganhe 5% de desconto em qualquer seguro com o cupom QUEMVAIEQUEMFICA.


quanto custa viajar para sucre bolívia

Sugestões de hospedagem em Sucre de acordo com o perfil de viajante:


Veja aqui o orçamento da minha viagem para a Bolívia, feita em fevereiro de 2023.

 

Vai viajar para fora do Brasil? Abra sua conta na Nomad (a forma de câmbio mais barata do mercado hoje) e ganhe até 20 dólares de cashback usando meu código de convidado JULIAORIGE20.

 

Dicas de viagem no mapa

Como de costume, todas as atrações turísticas faladas nesse roteiro de viagem estão assinaladas no meu mapa mundi de dicas de viagem. Para navegar pelas dicas dê zoom na região que você deseja ou use a barra de pesquisa (que fica disponível se você abrir o mapa em uma outra aba. Para salvar esse mapa na sua conta Google, clique na estrelinha. Assim você vai conseguir acessá-lo depois e consultar.

 

Encontre passagens aéreas baratas aqui na 123milhas, eu uso e indico! Tem ótimas promoções de viagem

 

Mais conteúdos de viagem que podem te interessar:




 
Colinha de viagem (pra ajudar você e o blog):
0 comentário

Comments


bottom of page